Bastidores

CBF consegue efeito suspensivo para anular intervenção na entidade

Gazeta
Gazeta Esportiva

2 de agosto de 2021 - 17:27 - Atualizado em 2 de agosto de 2021 - 18:00

Nesta segunda-feira, a Confederação Brasileira de Futebol conseguiu um efeito suspensivo para anular a sentença de primeira instância que invalidava a eleição da entidade, realizada em 2018. A decisão foi tomada pelo desembargador Luiz Umpierre de Mello Sarra, da 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A informação é do portal UOL.

Dessa forma, a CBF impede que Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol, e Rodolfo Landim, mandatário do Flamengo, assumam como interventores da entidade. A dupla teria 30 dias no cargo, com o objetivo organizar uma nova votação sobre as mudanças estatutárias.

O desembargador entende que a intervenção contraria a Lei Pelé, especialmente o artigo 90, que impede “administradores e membros de conselho fiscal de entidade de prática desportiva o exercício de cargo ou função em entidade de administração do desporto”.

Na semana passada, atendendo a uma solicitação do Ministério Público do Rio de Janeiro, a Justiça havia anulado a assembleia realizada em 2017, que definiu mudanças das regras eleitorais da entidade. Assim, a eleição do ano seguinte também acabou anulada, indicando Carneiro Bastos e Landim como interventores.

Porém, a decisão desta segunda suspende a intervenção. A entidade segue dirigida por Antonio Carlos Nunes, que está no cargo desde o afastamento de Rogério Caboclo.