Corinthians

Caso Avelar: Corinthians tem parcela a pagar, mas deve se livrar de multa

Gazeta
Gazeta Esportiva

24 de junho de 2021 - 04:00 - Atualizado em 24 de junho de 2021 - 04:30

Danilo Avelar não vestirá mais a camisa do Corinthians, mas questões relacionadas ao jogador ainda não se encerraram no clube.

O Timão, por exemplo, sequer terminou de pagar pelo atleta. Em 2019, a diretoria corintiana acertou a compra de 100% dos direitos econômicos de Avelar junto ao Torino-ITA depois dele defender o alvinegro por empréstimo.

A aquisição foi acordada em duas parcelas iguais de 750 mil euros. A primeira foi paga em março, com oito meses de atraso, depois dos italianos procurarem a Fifa. Na ocasião, o valor era equivalente a R$ 5 milhões.

A última parcela ainda está pendente. A princípio, ela tinha vencimento para junho, mas foi postergada (o novo vencimento não foi revelado), e o Corinthians pretende fazer o pagamento na data limite, para não ter de arcar com esse custo agora.

E a multa?

A rescisão contratual, definida na noite dessa quarta-feira, depois de Danilo Avelar cometer um ato de injúria racial na internet, ainda precisa ter pendências resolvidas antes da formalização.

O Corinthians não pode demitir o atleta por justa causa e, em tese, teria de arcar com uma multa de aproximadamente R$ 7 milhões para rescindir o vínculo vigente, que tem validade até dezembro de 2022.

A Gazeta Esportiva apurou que a tendência é que o assunto seja resolvido de maneira amigável. A diretoria alvinegra deve se livrar da multa, ou pelo menos de boa parte dela.

Danilo Avelar concordou que não teria mais ambiente para seguir com a carreira no Timão diante da repercussão negativa que se criou entre os torcedores.

A partir de agora, o empresário do zagueiro/lateral vai buscar um novo clube para Avelar jogar. A intenção é encerrar o assunto com o Corinthians o mais rápido possível e “seguir a vida”, evitando novos traumas e novas polêmicas.

Repercussão no CT

No CT Joaquim Grava, a notícia caiu como uma bomba. Jogadores e funcionários custaram a acreditar em tudo que estava acontecendo. O sentimento era de incredulidade. Alguns foram às lágrimas.

Danilo Avelar era uma das pessoas mais queridas no clube, nunca escondeu ser corintiano e se tornou pai há poucos meses, algo que ele quis muito e sempre costumava comentar no local. Segundo relatos de quem esteve no CT nesta quarta, o clima se transformou após a notícia ser confirmada para um “ambiente de velório”.

Avelar rompeu o ligamento cruzado do joelho direito em outubro do ano passado. Ele ainda está em meio ao tratamento da lesão. A expectativa era de que em julho ele começasse a trabalhar em campo, com o objetivo de ficar à disposição de Sylvinho.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.