Esportes

Casares vê venda de naming rights do Morumbi distante: “Quem sabe em 2022”

Gazeta
Gazeta Esportiva

1 de maio de 2021 - 06:00 - Atualizado em 1 de maio de 2021 - 06:15

A comercialização do nome do Morumbi parece estar distante. O presidente Julio Casares ressaltou nesta sexta-feira que a venda dos naming rights da casa tricolor é um de seus desejos, mas o atual cenário de pandemia da covid-19 deixou a negociação um pouco mais difícil.

“Claro que nós gostaríamos de tentar ter sucesso nessa operação, mas quando você olha o que está acontecendo no mundo e no Brasil no cenário da pandemia, ele se torna um pouco mais difícil. Não obstante, nós temos inúmeras reuniões para discutirmos isso. Quando nosso marketing senta para falar de um produto da área social ou do futebol ou de outro esporte, envolve o estádio, envolve o naming rights. É tudo uma apresentação que nós avaliamos”, disse em coletiva.

“Agora, eu não tenho uma perspectiva muito grande nesse primeiro ano em razão da economia e da pandemia. Não é só o valor da exposição, é da ativação, são as redes sociais, é a cumplicidade no projeto pelos resultados… Portanto é um São Paulo diferente, que passa também por uma ativação do estádio. A valorização do Templo Sagrado, que é o Morumbi, faz parte de um processo também mercadológico, para, quem sabe, em 2022 ou 2023 a gente possa comemorar um naming rights que seja positivo, não é um dinheiro mais ou menos comum que você vai mudar estrutura do estádio Inclusive o seu nome, tem que ser algo muito mais contemplativo em nível de receita”, acrescentou.

Ainda há poucos estádios no Brasil que possuem os naming rigths. Recentemente, o Corinthians vendeu o nome da sua arena para a Neo Qímica. Já o Palmeiras tem um acordo com a seguradora Allianz. No nordeste, a Arena Pernambuco e a Fonte Nova possuem o nome da cervejaria Itaipava.

Casares também aproveitou para comentar sobre outra novidade em relação ao Morumbi: o camarote dos ídolos, que inclusive já conta com um patrocinador.

“O camarote dos ídolos, que para nós é muito importante, que vai ter mil lugares, já tem um patrocinador e já está em obras. Assim que a bilheteria for permitida, o camarote dos ídolos será inaugurado. É uma mentalidade nova

A Soccer Hospitality cuidará do espaço dedicado exclusivamente a receber os grandes nomes da história do tricolor durante jogos na casa são-paulina. A empresa será responsável pelo investimento, decoração e ambientação da área. O local está localizado no anel intermediário do estádio (na região das antigas cativas azuis).

Com o camarote, o presidente espera gerar uma receita adicional para o clube. Isso porque, durante eventos e partidas, serão disponibilizados ao torcedor ingressos premium de acesso ao espaço exclusivo. O fã terá a oportunidade de assistir a um jogo ao lado de um grande ídolo, além de poder usufruir das comodidades do local. Recentemente, o São Paulo divulgou em seu balanço financeiro que a dívida bruta do clube é de R$ 672,9 milhões.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.