Esportes

Campello justifica demissão de Ramon Menezes do comando do Vasco

Gazeta
Gazeta Esportiva

9 de outubro de 2020 - 20:55 - Atualizado em 9 de outubro de 2020 - 21:15

A sequência negativa no Campeonato Brasileiro e a eliminação na Copa do Brasil culminaram na demissão de Ramon Menezes no Vasco. Mesmo com o bom início de trabalho, o treinador não suportou a pressão dos maus resultados e atuações. O presidente Alexandre Campello justificou a demissão do treiandor.

“Qual o momento de fazer a troca? Quando entrar na zona do rebaixamento? Quando a vaca for para o brejo?”, disse ao globoesporte.com.

Campello continuou a explicação e citou os resultados do Vasco no Campeonato Brasileiro.

“Começamos bem. Após as últimas dez partidas, a partir do jogo contra o Santos, disputamos 30 pontos. Só conseguimos nove. Isso significa 30% de aproveitamento. Isso é o rendimento de quem está em penúltimo no Brasileiro. E aí, pergunto: era o momento? Estou esperando há seis jogos, venho de duas goleadas. No jogo contra o Botafogo, não demos um chute a gol. Jogamos essas partidas contra clubes que estão abaixo na tabela”, declarou.

O presidente não deu indícios sobre quem vai substituir Ramon Menezes no comando do Vasco. A procura é por um profissional experiente. Os nomes de Dorival Júnior e Felipão são os mais ventilados em São Januário.