Alemanha

Campeão Mundial em 2014, Toni Kroos se aposenta da Seleção Alemã

O meia atuou em 106 jogos por seu país, marcou 17 gols e deu passe para outros 19. Kroos participou de três Euros, e três Copas do Mundo, se sagrando campeão mundial em 2014, no Brasil

Gazeta
Gazeta Esportiva
Campeão Mundial em 2014, Toni Kroos se aposenta da Seleção Alemã
Jogador irá se dedicar apenas ao Real Madrid a partir de agora (Foto: Reprodução/AFP)

2 de julho de 2021 - 09:58 - Atualizado em 2 de julho de 2021 - 13:30

O meia Toni Kroos anunciou, na manhã desta sexta-feira, sua aposentadoria da Seleção Alemã. A decisão do jogador, de 31 anos, vem após a eliminação para a Inglaterra na Eurocopa.

O meia atuou em 106 jogos por seu país, marcou 17 gols e deu passe para outros 19. Kroos participou de três Euros, e três Copas do Mundo, se sagrando campeão mundial em 2014, no Brasil.

Em suas redes sociais, o atleta lamentou a perda do título europeu e disse que pretende se dedicar ao Real Madrid e a sua família.

“Joguei pela Alemanha 106 vezes. Não haverá outra hora. Eu teria desejado muito, e dei tudo de novo, que houvesse 109 no final e que este grande título, o Campeonato da Europa, tivesse sido adicionado no final”, escreveu.

“Eu havia tomado a decisão de desistir após este torneio por um longo tempo. Há muito tempo estava claro para mim que eu não estaria disponível para a Copa do Mundo de 2022 no Catar. Principalmente porque quero me concentrar totalmente nos meus objetivos com o Real Madrid nos próximos anos. E, além disso, como marido e pai, quero estar ao lado de minha esposa e três filhos”, completou.

Por fim, Toni Kroos agradeceu Joachim Low pelas oportunidades que recebeu na Seleção e desejou sorte ao novo treinador da Alemanha, Hans-Dieter Flick.

“No final, gostaria de agradecer muito a Jogi Löw. Ele me tornou um jogador nacional e campeão mundial. Ele confiou em mim. Há muito tempo que escrevemos uma história de sucesso. Foi uma honra para mim estar bem – e boa sorte e sucesso para Hansi Flick”, encerrou.

Confira a publicação de Toni Kroos na íntegra:

“Joguei pela Alemanha 106 vezes. Não haverá outra hora.

Eu teria desejado muito, e dei tudo de novo, que houvesse 109 no final e que este grande título, o Campeonato da Europa, tivesse sido adicionado no final.

Eu havia tomado a decisão de desistir após este torneio por um longo tempo. Há muito tempo estava claro para mim que eu não estaria disponível para a Copa do Mundo de 2022 no Catar.

Principalmente porque quero me concentrar totalmente nos meus objetivos com o Real Madrid nos próximos anos. Além disso, a partir de agora vou permitir-me deliberadamente uma quebra que não existia como jogador nacional há onze anos.

E, além disso, como marido e pai, quero estar ao lado de minha esposa e três filhos.

Foi uma grande honra para mim poder usar esta camisa por tanto tempo. Fiz isso com orgulho e paixão.

Obrigado a todos os fãs e apoiadores que me carregaram e apoiaram com seus aplausos e gritos. E obrigado a todos os críticos por sua motivação extra.

No final, gostaria de agradecer muito a Jogi Löw. Ele me tornou um jogador nacional e campeão mundial. Ele confiou em mim. Há muito tempo que escrevemos uma história de sucesso.

Foi uma honra para mim estar bem – e boa sorte e sucesso para Hansi Flick”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.