Esportes

Calderano lamenta falta de intensidade em jogo contra sul-coreano

Gazeta
Gazeta Esportiva

2 de agosto de 2021 - 05:46 - Atualizado em 2 de agosto de 2021 - 06:00

Hugo Calderano ficou com um sentimento de frustração em relação à sua participação na disputa do tênis de mesa por equipes dos Jogos Olímpicos. Nesta segunda-feira, o Brasil foi derrotado pela Coreia do Sul por 3 a 0. Em seu jogo, o principal brasileiro da modalidade não mostrou seu melhor jogo ao perder para Woojin Jang, 12º do mundo, sendo totalmente dominado.

“Eu não consegui colocar a mesma intensidade do individual, meu jogo é muito exigente, tentei, briguei até o fim mas não achei aquele extra que precisa pra ganhar dos melhores do mundo”, disse o atleta, que chegou às quartas de final da chave individual.

De qualquer forma, Calderano reconhece que a missão de derrubar a Coreia do Sul seria complicada. “É uma equipe muito forte, a gente desde o início já sabia que seria difícil, ficamos o jogo todo sob pressão e foi difícil reagir”, explicou.

Já o experiente Gustavo Tsuboi valorizou a participação brasileira no tênis de mesa em Tóquio. O próprio atleta, em sua quarta Olimpíada, conseguiu a melhor classificação, alcançando as oitavas de final na disputa individual.

“É difícil terminar a competição com essa derrota, viemos com o sonho e vontade de conquistar uma medalha, mas acho que saímos de cabeça erguida porque foi um resultado histórico pra nós. Chegamos entre as 8 melhores equipes do mundo e é uma conquista muito forte. Temos que sair de cabeça erguida, cumprimos nosso papel e nossa missão. Demos nosso melhor para conquistar o melhor resultado possível”, afirmou Tsuboi.