Esportes

Filho da rainha Hortência é confirmado no hipismo de adestramento na Olimpíada

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de junho de 2021 - 10:52 - Atualizado em 23 de junho de 2021 - 11:30

O cavaleiro paulista João Victor Marcari Oliva representará o Brasil no Hipismo Adestramento nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A convocação foi realizada na terça-feira, pela Confederação Brasileira de Hipismo (CBH).

João Victor, com três índices técnicos, conquistou a única vaga na modalidade. Ele teve a média mais alta (70,565%), levando em consideração os dois melhores resultados entre os conjuntos (cavalo/cavaleiro) que atingiram o mínimo estabelecido pela Federação Equestre Internacional (FEI).

A entidade determina um índice mínimo de 66% de nota média final e com pelo menos um juiz FEI5* no Grand Prix em Concursos de Dressage Internacional (CDI) acima de 3*.

João Victor Marcari Oliva e Escorial Horsecampline: único conjunto brasileiro no Hipismo Adestramento nos Jogos de Tóquio.

Filho da estrela do basquete Hortência Marcari, que conquistou a medalha de prata nos Jogos em 1996, João Victor participará das Olimpíadas pela segunda vez. O atleta de 25 anos estreou no Rio, em 2016, quando obteve a melhor nota da equipe brasileira.

O cavaleiro do Brasil conquistou medalha de bronze no Pan de Lima, em 2019, e retornou à Europa. No Velho Continente, disputou competições válidas como seletivas e, desta forma, atingiu as maiores notas em seletivas olímpicas entre os brasileiros, acima de 70%, registrando índices nos três CDIs que participou.

O reserva de João Victor é Pedro Tavares de Almeida, com dois cavalos. Ele também fez sua estreia olímpica nos Jogos do Rio. O atleta de 27 anos registrou índice de 68,598% e, na 2ª reserva, 66,108%.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.