Esportes

Brasileiras vencem regata na classe 470 e seguem sonhando com medalha

Gazeta
Gazeta Esportiva

3 de agosto de 2021 - 03:44 - Atualizado em 3 de agosto de 2021 - 04:15

Depois do ouro na classe 49er FX com Martine Grael e Kahena Kunze, o Brasil pode ter mais uma conquista na vela. Na classe 470 feminina, Fernanda Oliveira e Ana Barbachan asseguraram nesta terça-feira a classificação para a medal race, que tem valor dobrado e define o pódio da modalidade.

A situação, contudo, não é fácil. Na regata decisiva, Fernanda e Ana só poderão alcançar a medalha de bronze e, para isso, precisam tirar 16 pontos de desvantagem das terceiras colocadas, as polonesas Agnieszka Skrzypulec e Jolanta Ogar, e sete pontos das eslovenas Tina Mrak e Veronika Maracol, que ocupam o quarto lugar.

Nesta terça-feira, Fernanda e Ana ganharam uma das regatas da classe 470. “A gente ficou feliz com o dia de hoje. Os Jogos Olímpicos são especiais, onde a gente comete erros e acaba perdendo pontos importantes ao longo dessas 10 regatas, mas o dia de hoje foi muito bom pra nós. Ganhamos duas regatas de dez, nos acertamos no grupo da frente, fechando essa fase em quinto lugar”, disse Fernanda.

“A gente está feliz com nosso desempenho e vamos tentar amanhã (quarta) fazer o melhor que pode, matematicamente temos chance, mas não depende só do nosso desempenho. A gente tem que tentar fazer o nosso melhor, andar pra frente, fazer uma regata limpa e ver o que acontece”, completou a velejadora.

Outros resultados

A categoria 49er masculina, que não contou com representes brasileiros na final, também foi definida nesta terça. A medalha de ouro foi para a dupla da Grã-Bretanha Dylan Fletcher e Stuart Bitthel, com a prata para os alemães Erik Heil e Thomas Ploessel e o bronze para os neozelandeses Peter Burling e Blair Tuke.

Por fim, na classe Finn, a medalha de ouro ficou com Zsombor Berecz, da Hungria. O pódio foi completado por Nicholas Heiner, da Holanda, e Jake Lilley, da Austrália.