Esportes

Brasileiras ficam em 28º e 32º lugares no triatlo; atleta de Bermudas conquista o ouro

Gazeta
Gazeta Esportiva

26 de julho de 2021 - 20:59 - Atualizado em 26 de julho de 2021 - 23:15

Flora Duffy se tornou a campeã olímpica do triatlo feminino nesta segunda-feira. A atleta de Bermudas terminou a modalidade na primeira colocação e faturou a medalha de ouro nos Jogos de Tóquio 2020, a primeira na história de seu país. As brasileiras Vittoria Lopes e Luisa Baptista cruzaram a linha de chegada na 28ª e 32ª posições, respectivamente.

Vittoria começou bem na parte da natação e conclui a etapa em segundo lugar. Em seguida, no ciclismo, se manteve entre as líderes e integrou um pelotão formado por seis triatletas, que se desgarraram das demais. Porém, acabou perdendo ritmo e foi alcançada pelo segundo bloco. Ela não conseguiu se recuperar durante a corrida e ficou fora das 20 melhores.

“Me senti super bem na natação mas na bike, na quinta volta, não consegui ficar com as meninas, meus batimentos subiram, ainda estava sentindo o ritmo alucinante da frente e não consegui fazer a corrida que queria. Eu esperava que fosse duro mas não tão duro, especialmente a bike mas tô feliz de ser olímpica agora”, avaliou Vittoria.

Já Luisa não teve o mesmo desempenho e ficou para trás na natação, terminando a primeira prova na 35ª posição. Ela conseguiu melhorar no ciclismo e saltou para o 28º lugar, mas perdeu mais algumas posições ao longo da última etapa.

O pódio foi definido apenas na volta final da corrida. Além da primeira colocada Duffy, a britânica Georgia Taylor-Brown terminou em segundo e ficou com a medalha de prata, enquanto a americana Katie Zaferes levou o bronze.