Esportes

Brasil chega a 21 medalhas de ouro nas Paralimpíadas e iguala recorde

Gazeta
Gazeta Esportiva

3 de setembro de 2021 - 12:02 - Atualizado em 3 de setembro de 2021 - 12:30

Nesta sexta-feira, o Brasil conquistou uma medalha de ouro inédita no goalball masculino nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Além disso, Thiago Paulino e Marco Aurélio Borges fizeram uma dobradinha brasileira no pódio do arremesse de peso classe F57, com o primeiro e terceiro lugar, respectivamente.

Com esses resultados, o Brasil chegou a 21 medalhas de ouro nesta edição e igualou a melhor marca atingida. O primeiro recorde de 21 ouros foi alcançado em Londres 2012. Já em Tóquio, o Brasil também já superou a histórica marca de 100 medalhas de ouro na história dos Jogos Paralímpicos.

As outras medalhas do dia vieram com a prata de Luís Carlos Cardoso, nos 200m (classe KL1) da canoagem, e os bronzes de João Victor Teixeira, no lançamento de disco (classe F37), de Silvana Fernandes no parataekwondo (classe K44 para atletas até 58kg) e Wendell Belarmino nos 100m borboleta (S11).

O Brasil soma agora 61 medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, com 21 ouros, 14 pratas e 26 bronzes, na sétima colocação no quadro geral de medalhas.