Botafogo

Botafogo ressurge com nova formação e esquece trio

Gazeta
Gazeta Esportiva

30 de julho de 2021 - 18:08 - Atualizado em 30 de julho de 2021 - 18:30

Desde que o técnico Marcelo Chamusca deixou o comando da equipe, o Botafogo vem atuando com uma nova formação ofensiva. Primeiro com o interino Ricardo Resende e agora com Enderson Moreira, Marco Antônio, Diego Gonçalves e Rafael Navarro estiveram entre os 11 iniciais. Em busca da terceira vitória seguida, o técnico não deve mexer no time.

Com o novo comandante, alguns ajustes foram feitos, com Marco Antônio pela direita, Diego pela esquerda e Navarro centralizado na frente. Desde que o novo treinador assumiu, o time tem 100% de aproveitamento em dois jogos.

Contra o CSA, na última terça-feira, Chay atuou pelo meio, na articulação das jogadas. Assim, o Botafogo fez 2 a 0 e voltou a vencer duas partidas seguidas, o que não acontecia desde a terceira rodada. Para o clássico deste sábado contra o Vasco, a expectativa é que o treinador repita a escalação.

Mas se alguns nomes vão se firmando no elenco, outros estão cada vez mais fora dos planos. São os casos de Marcinho, Felipe Ferreira e Ricardinho. Dos três, o mais contestado é Marcinho, que em nenhum momento conseguiu apresentar um bom futebol apesar das muitas chances que teve.

Felipe Ferreira também foi bastante escalado por Chamusca. Embora tenha feito alguns bons jogos, ainda não entrou em campo desde que Chamusca saiu.

Já Ricardinho chegou com status de quem seria o líder da equipe em campo. O experiente jogador, entretanto, foi titular apenas uma vez na Série B, no jogo de estreia contra o Vila Nova-GO.

Com 19 pontos e na 11ª posição, o Alvinegro terá um confronto direto com o Vasco na busca por uma vaga no G-4. Os dois grandes do Rio miram o acesso à Série A em 2022 e ocupam posições intermediárias na tabela. As duas equipes entram em campo no Nilton Santos às 21 horas.