Botafogo

Botafogo quer usar Marcinho como moeda de troca

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

29 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 29 de abril de 2020 - 00:00

A diretoria do Botafogo não acredita mais que Marcinho vai renovar seu contrato com o clube. O lateral-direito, de 23 anos, tem vínculo somente até dezembro e, portanto, ficará livre para assinar um pré-contrato com outro clube em julho. Diante disso, os dirigentes botafoguenses não vão usar os esforços no sentido de fazer o atleta mudar de ideia. Agora, a meta é utilizá-lo como moeda de troca.

Marcinho deve ser utilizado como moeda de troca

Ex-presidente e membro do conselho gestor do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro está à frente das negociações. O Alvinegro entende que uma compensação financeira poderia ser muito bem recebida, porém, a hipótese é pouco provável, ainda mais em um cenário de poucas receitas geradas pela pandemia do Coronavírus.

Segundo o site “Mais que um jogo” apurou, o Botafogo está em conversas com o Corinthians para que Marcinho seja incluído em uma negociação. O Timão estaria disposto a entregar uma lista com alguns nomes para ser analisada pelo técnico Paulo Autuori.

Flamengo e Athletico Paranaense também teriam interesse no jogador. O Rubro-Negro carioca, porém, não pretende abrir negociações com o Botafogo, mas pretende ir direto nos representantes do atleta.

Marcinho foi revelado nas categorias de base do Botafogo e lançado ao time de profissionais em 2017. Nunca foi considerado titular absoluto, pois nos últimos anos sempre esteve presente na equipe, alternando posição com Fernando.

No ano passado ele se destacou e chegou a ser convocado pelo técnico da Seleção Brasileira, Tite, para a disputa de amistosos internacionais. Atualmente, porém, ele se recupera de uma lesão no joelho direito.