Botafogo

Botafogo joga mal e perde para o CSA no Rei Pelé

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de setembro de 2021 - 21:01 - Atualizado em 23 de setembro de 2021 - 21:30

O Botafogo amargou a primeira derrota no returno da Série B. O clube carioca vinha de sete jogos de invencibilidade, sendo cinco vitórias seguidas, mas vacilou. O CSA aproveitou um presente para abrir o placar e venceu o Botafogo por 2 a 0, nesta quinta-feira, no Rei Pelé, em Maceió, pela 25ª rodada.

Com a derrota, o Botafogo perde a possibilidade de assumir a vice-liderança da Série B e de encostar no líder Coritiba. Para piorar, viu a vantagem sobre o quinto colocado diminuir para três pontos. Entretanto, pelo que vinha apresentando, pode ter sido um “acidente de percurso”. O clube carioca emendou uma sequência de jogos consistentes e se consolidou no G-4 como um forte candidato ao acesso.

O Botafogo continua na terceira colocação da Série B, com 44 pontos – se tivesse pelo menos empatado passaria a ser vice-líder. O CSA, por sua vez, ganha fôlego na corrida pelo G-4: subiu para o oitavo lugar, com 35 pontos – está a nove pontos do quarto colocado.

Na próxima rodada da Série B, o Botafogo recebe o Sampaio Corrêa, neste domingo, às 18h15 (de Brasília), no Nilton Santos. Já o CSA visita o Cruzeiro, domingo, às 16h (de Brasília), no Independência.

O Botafogo decepcionou. O primeiro tempo foi fraco ofensivamente. Quando havia melhorado, na etapa final, sofreu o primeiro gol, em erro de Diego Loureiro. O time carioca não conseguiu reagir.

CSA supera o Botafogo

O CSA foi superior no primeiro tempo e tomou a iniciativa desde o começo. Aos três minutos, Dellatorre recebeu na área, girou e chutou à esquerda, com perigo. Dez minutos depois, Iury Castilho recebeu pela esquerda e tentou surpreender Diego Loureiro, mas o goleiro estava atento e espalmou a finalização.

Com mais posse de bola, o CSA buscava pressionar o Botafogo. Entretanto, viu o clube carioca se defender bem. O Fogão, ofensivamente, não foi bem, tanto que só levou perigo aos 42 minutos. Rafael Navarro cruzou da direita e Diego Gonçalves ganhou pelo alto e cabeceou. Thiago Rodrigues fez grande defesa. A primeira etapa, então, terminou sem gols e sem muita emoção.

O cartão de visitas do Botafogo no segundo tempo quase foi um belo gol. Nos primeiros segundos, Navarro deu toque de calcanhar e acionou Warley. Ele cruzou para Chay. O meia chutou rasteiro e viu Thiago Rodrigues defender. O clube, quando finalmente estava melhor no jogo, levou o gol. Aos nove minutos, Diego Loureiro errou na saída de bola e deu um presente para Marco Túlio. Ele tentou por cobertura. O goleiro do Fogão ainda chegou na bola, mas tentou encaixar e não conseguiu: 1 a 0.

O Botafogo tentou partir para cima. Warley chutou cruzado e parou em Thiago Rodrigues. Na sequência, o atacante emendou para fora. O técnico Enderson Moreira, então, fez logo três mudanças. Ele colocou Jonathan Silva, Luiz Henrique e Ricardinho. Saíram Carlinhos, Barreto e Warley. Nem deu tempo de surtiu efeito. No minuto seguinte, Iury Castilho completou cruzamento da pequena área e fez 2 a 0.

O clube carioca não conseguiu reagir e viu a sequência de invencibilidade ser interrompida na Série B.

FICHA TÉCNICA

CSA 2X0 BOTAFOGO

Local: Rei Pelé, Maceió (AL)

Data: 23/09/2021, quinta-feira

Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)

Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Éder Alexandre (SC)

VAR: Leone Carvalho Rocha (GO)

Cartão amarelo: Ernandes (CSA) e Warley e Kanu (Botafogo)

Gols:

CSA: Marco Túlio, aos 9′ do 2ºT, e Iury Castilho, aos 23′ do 2ºT

Botafogo:

CSA: Thiago Rodrigues; Cristovam (Éverton Silva), Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane, Yuri (Giva Santos) e Gabriel; Marco Túlio (Didira), Iury Castilho (Reinaldo) e Dellatorre (Bruno Mota)

Técnico: Mozart

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Gilvan e Carlinhos; Barreto, Luís Oyama e Chay (Cesinha); Diego Gonçalves, Warley e Rafael Navarro (Rafael Moura)

Técnico: Enderson Moreira