Bastidores

Boca Juniors volta a Libertadores contra Libertad; Pré-jogo é marcado por dúvidas e polêmica

Gazeta
Gazeta Esportiva

16 de setembro de 2020 - 20:00 - Atualizado em 16 de setembro de 2020 - 20:15

O Boca Juniors volta a disputar uma partida oficial pela primeira vez desde março. Parada por mais de um semestre por conta da pandemia do covid-19, a equipe argentina retorna pela terceira rodada da Libertadores nesta quinta-feira, às 21h, contra o Libertad do Paraguai. A partida acontece no La Olla Azulgrana, em Asunción.

Paralisado ainda em março, a Libertadores da América retorna nesta semana. Com muitas dúvidas e incertezas decorrentes do “novo normal”, a volta da competição já causou polêmica.

O Boca Juniors viaja para enfrentar o Libertad, no Paraguai, com jogadores assintomáticos, mas que testaram positivo para covid-19. Liberados oficialmente pela Conmebol, a decisão causou revolta na equipe adversária que prometeu entrar na justiça: “Repúdio e indignação… A Conmebol ignora o próprio protocolo”, disse a equipe paraguaia em duro comunicado.

O protocolo seguido pela confederação foi atualizado e retificado. A Conmebol reforçou que segue uma base de dados científicos e recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), e reiterou que pessoas infectadas, mas há 10 dias sem manifestar sintomas não têm potencial de transmissão.

Dessa forma, equipe de La Boca não deve sofrer com tantos desfalques ainda que muitos jogadores tenham testado positivo semanas atrás. O técnico Miguel Ángel Russo não acompanhará a equipe e preferiu seguir recomendações médicas. Russo superou um câncer em 2018 e por isso, além da idade avançada, é grupo de risco.

O Libertad voltou a disputar partidas oficiais em julho e está invicto há seis jogos. A equipe da capital paraguaia perdeu apenas quatro confrontos desde o início da temporada 2020 e defende a liderança do grupo H, com seis pontos. Em caso de derrota, o Libertad perde a primeira posição para o próprio Boca, hoje com quatro pontos.

Outras partidas:

Racing (ARG) x Nacional (URU)

Defensa y Justicia (ARG) x Delfin (EQU)

Barcelona SC (EQU) x Junior Barranquilla (COL)

Guarani (PAR) x Tigre (ARG)