Boca Juniors

Boca Juniors elimina o Racing e enfrenta o Santos na semifinal da Libertadores

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de dezembro de 2020 - 23:23 - Atualizado em 23 de dezembro de 2020 - 23:30

Nesta quarta-feira, o Boca Juniors derrotou o Racing na Bombonera por 2 a 0 e avançou à semifinal da Libertadores. Depois de terem perdido o primeiro jogo das quartas por 1 a 0, os xeneizes venceram com gols de Salvio e Villa, de pênalti. Assim, o time enfrentará o Santos na próxima fase do torneio continental.

O primeiro duelo entre o Boca Juniors e o Peixe acontecerá no dia 6 de janeiro (quarta-feira), na Bombonera, às 19h15. Sete dias depois, os dois times voltam a se enfrentar no mesmo horário, dessa vez na Vila Belmiro.

O primeiro tempo foi de domínio total e absoluto do Boca Juniors. Logo de cara, Soldano recebeu lançamento longo, saiu de frente para o gol e finalizou em cima de Arias. Na sequência, Fabra fez boa jogada e tocou para Tevez, que chutou para boa defesa do goleiro do Racing.

Já aos 22 minutos, o Boca conseguiu abrir o placar. Após cruzamento para dentro da área, a bola ficou oferecida para Salvio, que testou firme para balançar as redes. Antes do intervalo, Arias ainda teve que fazer defesas importantes em chutes de Tevez e Villa.

O Boca começou o segundo tempo com tudo e teve duas grandes chances: primeiro, Sigali ticou chute de Tevez em cima da linha. Em seguida, Villa entrou sozinho na área e parou em defesa de Arias. No entanto, aos 14 minutos, Salvio foi derrubado por Lisandro Lopez dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Villa bateu no canto direito e marcou o segundo dos mandantes.

Mesmo tendo que buscar um gol, o Racing não conseguiu levar muito perigo no ataque. Na melhor chance, Alcaraz finalizou e exigiu defesa de Andrada.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.