Esportes

Boavista não paga, e Rueda empresta mais dinheiro ao Santos

Gazeta
Gazeta Esportiva
Boavista não paga, e Rueda empresta mais dinheiro ao Santos

16 de outubro de 2020 - 20:06 - Atualizado em 16 de outubro de 2020 - 20:30

O Santos recebeu mais um empréstimo de Andrés Rueda, conselheiro e candidato à presidência em dezembro, na última quinta-feira.

O novo empréstimo foi necessário em função do não pagamento do Boavista, de Portugal, por Jackson Porozo. O Peixe contava com os 500 mil euros (R$ 3,3 mi) para pagar o Hamburgo. Há ainda três parcelas de 200 mil euros (R$ 1,3 mi).

Rueda, então, emprestou R$ 15,6 milhões no total, contabilizando taxas cambiais. O restante foi pago com caixa do clube.

“Qualquer valor do Santos para fora é acrescido de praticamente 20% de taxa de câmbio. Esse 1,5 milhão (de euros, do empréstimo) mais taxas dava R$ 11,7 milhões. Contrato de mútuo (empréstimo) foi feito nesse valor, com ressarcimento de 10 parcelas de R$ 1,7 mi a partir de 2021. Só que o Boavista não pagou. O Santos não tinha caixa ontem para honrar. Se parcela não fosse paga, o acordo de 3,1 milhões (de euros, com o Hamburgo) acabava e o valor voltava para 4,7 milhões de euros (dívida total, com multa e juros). Então houve mais um mútuo de R$ 3,9 milhões. 500 mil euros + taxa cambial. Valor exato é R$ 3,89 milhões”, disse Rueda, à Rádio Nova FM.

A Gazeta Esportiva teve acesso ao documento enviado pelo presidente Orlando Rollo a conselheiros confirmando a segunda ajuda de Andrés Rueda. Uma das pautas da reunião virtual da próxima quarta-feira será o empréstimo duplo de Andrés Rueda. O parecer do Conselho Fiscal sugere a aprovação de ambos os mútuos. O segundo foi aprovado pelo CF por unanimidade.