Esportes

Bicampeonato de Ayrton Senna na Fórmula 1 completa 30 anos

Gazeta
Gazeta Esportiva

21 de outubro de 2020 - 19:11 - Atualizado em 21 de outubro de 2020 - 19:30

Há 30 anos, em 21 de outubro de 1990, Ayrton Senna conquistava o bicampeonato da Fórmula 1 pela McLaren. Após o título de 1988 e o vice-campeonato de 1989, o brasileiro derrotou seu grande rival Alain Prost para ficar com a primeira colocação geral.

Senna venceu seis dos 16 Grandes Prêmios da temporada, em Estados Unidos, Mônaco, Canadá, Alemanha, Bélgica e Itália. Foram 11 pódios e 78 pontos somados, batendo os 73 de Prost.

A confirmação do título veio no penúltimo GP do calendário, o Grande Prêmio do Japão em Suzuka. Em um dos momentos mais emblemáticos da Fórmula 1, Senna e Prost se envolveram em acidente na primeira curva do circuito e ficaram de fora do restante da prova. Sem pontuação do francês, o piloto da McLaren foi declarado campeão matematicamente.

Senna ainda conquistaria o tricampeonato pela McLaren, em 1991, conquistando sete GP’s e figurando em 12 pódios. O piloto morreu em 1994, em acidente no Grande Prêmio de San Marino, em Ímola.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.