Esportes

Bale se posiciona contra mensagens de ódio nas redes sociais: “Algo precisa acontecer”

Gazeta
Gazeta Esportiva

29 de março de 2021 - 12:00 - Atualizado em 29 de março de 2021 - 12:30

O meia-atacante Gareth Bale, atualmente com a seleção do País de Gales, se posicionou contra mensagens de ódio nas redes sociais. Recentemente, Ben Cabango e Rabino Matondo, seus companheiros de seleção, sofreram injúrias após amistoso contra o México.

“Algo precisa acontecer. Acho que se todos deveriam boicotar as redes sociais para marcar uma posição. Se todos fizessem isso de uma vez, não apenas uma ou duas pessoas, e se fizéssemos uma campanha com muitas pessoas influentes no esporte e outras formas de vida saíssem das mídias sociais para fazer uma declaração, então sim, acho que poderia ajudar”, disse Bale à emissora britânica BBC.

Bale também reafirmou que pertence ao Real Madrid, e não desrespeitou ninguém ao falar que retornará ao clube

“Tento (o quanto posso) ficar fora (das redes) porque há tantas pessoas tóxicas tentando dizer coisas negativas e colocar você para baixo. É bom poder compartilhar o que fazemos e como fazemos as coisas, fotos de treinamentos e o que estamos gostando de fazer. Mas, olhando para esses comentários, às vezes é melhor ficar longe deles, compartilhar o que você deseja compartilhar e não ler muito os comentários porque há pessoas horríveis por aí”, completou Bale.

Recentemente, vários jogadores sofreram com abusos nas redes sociais, como Marcus Rashford, Axel Tuanzebe, Anthony Martial, Reece James e Patrick van Aanholt, que disputam a Premier League. Entidades do futebol inglês se uniram e soltaram uma nota repudiando essas ofensas.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.