Corinthians

Balanço de 2019 do Corinthians será votado com sugestões de reprovação pelo Cori e CF

Gazeta
Gazeta Esportiva

29 de março de 2021 - 07:00 - Atualizado em 29 de março de 2021 - 07:15

Os Conselhos de Orientação (Cori) e Fiscal (CF) do Corinthians aprovaram na última semana as contas apresentadas pelo clube referente ao ano de 2020.

Apesar do déficit de R$ 123,3 milhões, os dois órgãos não encontraram irregularidades nos números e sugeriram aprovação aos membros do Conselho Deliberativo.

Por outro lado, a Gazeta Esportiva apurou que as atuais composições do Cori e do CF, formadas neste ano e dominadas por apoiadores do presidente Duilio Monteiro Alves, não vão emitir parecer sobre o balanço de 2019.

Desta maneira, sem uma nova apreciação do documento prevista, as contas da temporada referida serão votadas pelo Conselho Deliberativo com sugestões de reprovação, tanto pelo Conselho de Orientação quanto pelo Conselho Fiscal, que à época, com outras composições, assim se manifestaram.

O balanço de 2019, inicialmente, apresentou um déficit de R$ 177 milhões. Mas, após erros apontados por especialistas na discriminação dos valores, o então presidente Andrés Sanchez admitiu os equívocos e promoveu uma revisão. A conclusão foi de um déficit ainda maior, de R$ 195,4 milhões.

A votação a ser feita pelo Conselho Deliberativo foi adiada diversas vezes, ora por causa da pandemia do coronavírus, ora devido a entreveros políticos internos.

Nos bastidores, a percepção é de que as contas seriam reprovadas no ano passado, mas que agora devem ser aprovadas, fundamentalmente, por causa da mudança no quadro de membros do CD, independente das sugestões de Cori e CF.

Oposicionistas corintianos ainda têm a intenção pela reprovação para que Andrés Sanchez seja obrigado a responder uma espécie de inquérito interno pela gestão no período discutido.

Além dos balanços de 2019 e 2020, o Conselho Deliberativo do Corinthians também vai avaliar os primeiros números de 2021. Essas pautas vão nortear a próxima reunião do grupo, que ainda não tem data marcada para acontecer devido as restrições impostas pelo Governo de São Paulo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.