Corinthians

Avelar comenta estilo do São Paulo e diz que Corinthians deve “ser inteligente”

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de agosto de 2020 - 15:29 - Atualizado em 28 de agosto de 2020 - 15:45

Corinthians e São Paulo se enfrentam neste domingo, às 11h (de Brasília), no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva virtual realizada no CT Joaquim Grava, o zagueiro Danilo Avelar afirmou que o Timão deve ser “inteligente nos momentos de atacar e defender” para sair do Majestoso com o resultado positivo.

“Tratando-se de um time que gosta de jogar, obviamente que vão ter mais espaços. Isso permite um jogo mais aberto e chances mais claras, não chances apertadas, como foi contra o Fortaleza. Não olhamos adversário, olhamos nosso trabalho primeiro e procuramos evoluir naquilo que o professor Tiago passa. Mas, no jogo, têm 11 pessoas tentando te impedir. E a maneira que eles se colocam em campo te faz ter um comportamento 100% perfeito em relação ao que foi passado no treinamento ou te faz ter que se adaptar. No domingo, vamos jogar nosso jogo. Temos que ser inteligentes nos momentos de atacar e defender”, declarou o camisa 35.

Avelar ainda afirmou que a equipe comandada pelo técnico Tiago Nunes deve ser “letal” quando criar as oportunidades. Para o defensor, o time ainda deve mostrar agressividade na hora de atacar o adversário.

“Você tem que saber o momento certo de atacar e ser 100% agressivo. Quando você tem a oportunidade e a posse, tem que ser letal. É você também saber defender da melhor maneira e usufruir do contra-ataque, porque um time que gosta de jogar deixa mais espaços. Não temos um trunfo, uma grande jogada, um craque do time, um lance perfeito. Tudo é coletivo. Se todo mundo estiver na sintonia certa, pode ter certeza que no momento de atacar e defender todos vão estar bem preparados e vamos ter uma vantagem sobre isso”, disse.

O zagueiro também comentou sobre as dificuldades encontradas pela Corinthians para furar a defesa do Fortaleza na partida de quarta-feira, que terminou empatada em 1 a 1. Segundo ele, os alvinegros tentaram criar mais chances de perigo, mas o Leão do Pici soube se defender.

“Isso não é só uma dificuldade do Corinthians. Todo time que vai enfrentar um adversário que coloca todo mundo lá atrás, tem dificuldade de entrar, achar passes por dentro. A única opção é chegar por fora e cruzar. Tentamos, forçamos, nossa linha estava muito alta, inclusive. Depende muito. Não pode tirar o mérito do Fortaleza, que soube defender e sofrer. Já jogamos assim algumas vezes e você consegue o resultado. Faz parte do futebol. A gente tentou de todas as formas, mas não conseguimos. Se for analisar bem, mesmo eles fechando totalmente lá atrás, tivemos chances”, afirmou.

Para completar, Danilo Avelar falou sobre a ausência do meia Daniel Alves no clássico deste domingo. O camisa 10 do São Paulo sofreu uma fratura na região do antebraço direito, no duelo contra o Athletico-PR, e passou por cirugia na tarde quinta-feira.

“A gente sabe da capacidade do Daniel, mas a gente não analisa o São Paulo só por um atleta. O São Paulo tem jogadores super capacitados que podem corresponder na ausência do Daniel Alves. É um erro analisar o São Paulo com ou sem ele”, explicou o jogador.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.