Bastidores

Autor do 100º gol do São Paulo na temporada, Carneiro tem contrato até março

Gazeta
Gazeta Esportiva

8 de janeiro de 2021 - 08:00 - Atualizado em 9 de janeiro de 2021 - 00:00

Autor do 100º gol do São Paulo na temporada, Gonzalo Carneiro tem seu futuro incerto no Morumbi. Com contrato válido somente até março deste ano, o atacante uruguaio ainda não recebeu propostas de renovação.

Sem muitas chances com todos os treinadores que passaram pelo São Paulo desde que foi contratado, em abril de 2018, Carneiro marcou o segundo gol do Tricolor na goleada sofrida para o Red Bull Bragantino por 4 a 2. O tento foi o 100º da equipe de Fernando Diniz, mas a simbólica marca foi ofuscada pela vexatória derrota.

Neste Campeonato Brasileiro, Gonzalo Carneiro totaliza em campo apenas 52 minutos. O uruguaio soma uma assistência para Luciano, contra o Bahia, e o gol contra o Red Bull Bragantino. Ele também atuou dez minutos contra o Vasco e 22 minutos no duelo com Red Bull Bragantino do primeiro turno.

Durante seus mais de dois anos e meio de São Paulo, Carneiro permaneceu um ano longe dos gramados. O uruguaio foi suspenso após ter sido flagrado em exame antidoping por uso de cocaína. Inicialmente sua pena era de dois anos, mas por ter sido submetido a um tratamento e ter seguido todo o protocolo necessário, acabou ficando 12 meses afastado.

Pode ser que muita coisa mude até o dia 31 de março, quando acaba o seu contrato, mas Gonzalo Carneiro, pelo que mostrou até agora, está longe de uma renovação de vínculo com o São Paulo, que a partir deste ano inicia uma gestão de austeridade financeira com o novo presidente, Julio Casares, e, portanto, deve cortar muitos custos que não sejam realmente necessários.

Ainda não se sabe se Luciano e Pablo reunirão condições físicas de enfrentarem o Santos, no próximo domingo, no Morumbi. O elenco se reapresenta nesta sexta-feira para o primeiro treinamento pós-goleada e, caso a dupla lesionada não se recupere, Gonzalo Carneiro poderá ter uma nova chance, mesmo que por alguns minutos, para mostrar a Fernando Diniz que pode ser útil.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.