Atlético-MG

Atlético-MG vence Botafogo e segue na liderança do Campeonato Brasileiro

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de novembro de 2020 - 23:31 - Atualizado em 25 de novembro de 2020 - 23:45

O Atlético-MG não mostrou o mesmo futebol de partidas passadas, mas venceu por 2 a 1 o Botafogo, nesta quarta-feira, no Mineirão. Com o resultado, os mineiros chegaram a 42 pontos e seguem na liderança do Campeonato Brasileiro. Já os cariocas, com 20, seguem na zona de rebaixamento.

O Atlético-MG foi melhor no primeiro tempo e abriu o placar com Savarino. Na etapa final, os mineiros ampliaram com Sasha, mas viram o Botafogo diminuir em seguida, com Marcelo Benevenuto. Os donos da casa ainda desperdiçaram um pênalti, mas saíram de campo com a vitória.

O Botafogo só voltar a campo no dia 5 de dezembro, no clássico contra o Flamengo, no Nilton Santos. Já o Atlético-MG joga no dia seguinte, contra o Internacional, no Mineirão.

O jogo

O Atlético-MG começou melhor a partida, mas não conseguia passar pela marcação do Botafogo. Só que na na primeira boa jogada, os donos da casa abriram o placar, aos 16 minutos. Keno cruzou na medida para Savarino mandar para a rede.

Mesmo depois do gol, o confronto permaneceu no mesmo ritmo. O Atlético-MG tinha mais posse de bola, mas pouco poder finalização. Tanto que os mineiros só voltaram a assustar aos 32 minutos. Hyoran cobrou escanteio direto e obrigou Diego Cavalieri a salvar o gol olímpico.

O Botafogo tentava avançar com velocidade, mas esbarrava na limitação do time. O Atlético-MG não mostrava a mesma intensidade de outros jogos, mas administrou a vantagem até o intervalo.

No segundo tempo, as duas equipes voltaram com outra postura. O Atlético-MG, mais ligado, ampliou o marcador logo aos quatro minutos. Savarino achou Sasha na área e o atacante cabeceou para a rede.

Só que o Botafogo respondeu aos sete minutos. Após cobrança de escanteio, Marcelo Benevenuto subiu sozinho e cabeceou para o gol.

O gol fez com que o Atlético-MG aumentasse a intensidade. Com isso, os mineiros passaram a desperdiçar boas chances. Primeiro, Marcinho recuou fraco e obrigou Diego Cavalieri a se esticar para evitar a finalização de Keno. Depois, Savarino chutou da entrada da área e parou em boa defesa do goleiro carioca.

Depois de um período sem muita emoção, os donos da casa tiveram a chance de chegarem ao terceiro gol aos 34 minutos. Keno foi derrubado por Marcinho na área e o árbitro marcou pênalti. Só que o atacante do Atlético-MG viu Diego Cavalieri defender a cobrança da penalidade.

A partir daí, o Botafogo se animou e passou a buscar o empate com mais vontade. Só que os cariocas seguiram mostrando muita dificuldade na criação de jogadas. Com isso, o Atlético-MG conseguiu segurar o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 2 X 1 BOTAFOGO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 25 de novembro de 2020, quarta-feira

Hora: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)

VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Cartões amarelos: Junior Alonso e Savarino (Atlético-MG); Kevin, Marcinho, Victor Luís e Kanu (Botafogo)

GOLS

ATLÉTICO-MG: Savarino, aos 16min do primeiro tempo; Sasha, aos 4min do segundo tempo

BOTAFOGO: Marcelo Benevenuto, aos 7min do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Rafael, Igor Rabello, Bueno e Junior Alonso; Nathan (Marrony), Calebe (Wesley), Zaracho (Talison) e Hyoran; Savarino, Sasha (Gustavo Henrique) e Keno

Técnico: Jorge Sampaoli

BOTAFOGO: Diego Cavalieri, Kevin (Honda), Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luís; Rafael Forster (Éber Bessa), Rentería (Kalou), Caio Alexandre e Marcinho; Warley (Rhuan) e Pedro Raúl (Matheus Nascimento)

Técnico: Emiliano Díaz (auxiliar)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.