Atlético-MG

Atlético-MG quita dívida de R$ 13 milhões com a Udinese no último dia de prazo

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Atlético-MG quita dívida de R$ 13 milhões com a Udinese no último dia de prazo

28 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 28 de abril de 2020 - 00:00

Maicosuel foi contratado pelo Atlético-MG em 2014 (Foto: Divulgação/Bruno Cantini)

No último dia do prazo determinado pela Fifa, o Atlético-MG quitou, nesta segunda-feira, a dívida de R$ 13 milhões com a Udinese, referente à contratação de Maicosuel em 2014. O anúncio do pagamento foi feito pelo presidente do Galo, Sérgio Sette Câmara, através das redes sociais.

Na publicação, o dirigente atleticano agradeceu os principais patrocinadores do clube, que auxiliaram no pagamento. Citados pelo pressidente, Rubens Menin e Rafael Menin comandam a Construtora MRV, enquanto Ricardo Guimarães, ex-presidente do Alvinegro, é o dono do Banco BMG. O valor total da dívida era de R$ 13.454.328,54.

O prazo até esta segunda-feira foi comunicado ao Atlético no dia 11 de abril. Desde então, Sette Câmara passou a procurar alternativas para solucionar o problema, chegando a entrar em contato com a Fifa para tentar um parcelamento da dívida, em vão. No último domingo, o presidente disse ao Blog do Perrone que tinha poucas esperanças de reverter o quadro. Caso não quitasse a dívida, o Galo poderia perder pontos no Campeonato Brasileiro de 2020.

Maicosuel chegou ao Atlético-MG em 2014 após duas temporadas na Udinese. Pelo clube mineiro, o meia-atacante fez 82 jogos, marcou oito gols e conquistou a Copa do Brasil de 2014, a Recopa Sul-Americana de 2014 e os Campeonatos Mineiros de 2015 e 2017. O jogador de pertence ao Paraná hoje.