Atlético-MG

Atlético-MG empata com o Boca na Bombonera pela ida das oitavas da Libertadores

Gazeta
Gazeta Esportiva

13 de julho de 2021 - 21:13 - Atualizado em 13 de julho de 2021 - 21:45

Depois de quase dois meses de espera, a Libertadores está de volta. Nesta terça-feira, pela partida de ida das oitavas de final, Boca Juniors e Atlético-MG ficaram apenas no empate de 0 a 0 na Bombonera, em Buenos Aires, na Argentina.

Com o resultado, as equipes precisam de uma vitória de qualquer placar no jogo de volta para avançarem. Se houver mais uma igualdade sem gols, a decisão vai para os pênaltis. Já em caso de empate com tentos, quem se classifica às quartas são os xeneizes.

O confronto de volta está marcado para a próxima terça-feira, às 19h15 (de Brasília), dessa vez no Mineirão, em Belo Horizonte. Antes disso, o Galo visita o Corinthians, pela 12ª rodada do Brasileirão. O duelo está marcado para este sábado, às 19 horas, na Neo Química Arena.

O jogo – A primeira etapa começou com os visitantes melhores na Bombonera. Contudo, o time do técnico Cuca encontrou dificuldades para levar perigo. As melhores chances partiram dos pés de Hulk. Aos seis minutos, o atacante dominou pela esquerda e bateu forte, mas sem direção. Na segunda tentativa, o camisa 7 até acertou o alvo, porém parou em tranquila defesa de Rossi.

Do outro lado, os argentinos até chegaram a balançar a rede. Com 33 minutos, após bate rebate dentro da área, Diego González foi mais esperto que a defesa do Galo e tocou de cabeça na saída do goleiro para marcar. O árbitro, no entanto, anulou o tento depois de consular o VAR. Foi flagrada uma falta de Briasco em cima de Nathan Silva, que tentava afastar a bola no início da jogada.

Com o lance, o Boca se animou e partiu para cima no final do primeira tempo. Ao 46, Weigandt se atirou de peixinho na bola após cruzamento de Pavón e obrigou Everson a se esticar todo para fazer grande defesa.

Já a etapa complementar começou em um ritmo mais lento, com as duas equipes encontrando muitas dificuldades para construir jogadas ofensivas. A melhor chance partiu de um cruzamento da esquerda dos anfitriões. A bola passou na frente de todo mundo e tirou tinta da trave. O Atlético, por sua vez, assustou com Jair, em arremate de longe que passou por cima do travessão.

Nos minutos finais, o Boca até esboçou uma pressão em busca de um tento decisivo, mas não foi o suficiente para tirar o zero do placar.

FICHA TÉCNICA

BOCA JUNIORS 0 X 0 ATLÉTICO MINEIRO

Local: Estádio de La Bombonera, em Buenos Aires (ARG)

Data: 13 de julho de 2021, terça-feira

Horário: 19h15 (de Brasília)

Árbitro: Andres Rojas (COL)

Assistentes: Milciades Saldivar (PER) e Edurado Cardozo (PER)

VAR: Derlis Lopez (PAR)

Cartões amarelos: Rojo, Pavón (Boca Juniors); Zaracho, Allan, Hulk e Vargas (Atlético-MG)

BOCA JUNIORS: Rossi; Weigandt, Izquierdoz, Rojo e Sández; Medina (Orsini), Rolón e González (Varela); Pavón, Briasco e Villa

Técnico: Miguel Ángel Russo

ATLÉTICO MINEIRO: Everson; Mariano, Natha Silva, Réver (Dodô) e Alonso; Allan (Jair), Tchê Tchê e Nacho (Calebe); Hulk, Zaracho (Vargas) e Savarino (Borrero)

Técnico: Cuca

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.