Atlético-MG

Atlético-MG confirma ressarcimento de fiança do Boca após confusão

Gazeta
Gazeta Esportiva

22 de julho de 2021 - 18:57 - Atualizado em 22 de julho de 2021 - 19:15

O Atlético Mineiro comunicou, nesta quinta-feira, que o Boca Juniors realizou o pagamento de R$ 6 mil ao clube.

O valor está relacionado com a fiança que o presidente do Galo, Sérgio Coelho, pagou na quarta-feira para liberar os jogadores do Boca da delegacia. Por conta da confusão após o jogo da Libertadores, a delegação argentina ficou detida durante a madrugada.

“O Clube Atlético Mineiro informa que o Boca Juniors efetuou na tarde de hoje (22), via TED, o ressarcimento da importância de R$ 6 mil. O valor é referente ao pagamento realizado pelo presidente Sérgio Coelho, a título de fiança, para liberação dos atletas argentinos detidos junto à Polícia Civil de Minas Gerais na madrugada do último dia 21”, anunciou o Atlético em nota.

De acordo com a PM, o goleiro Javier Garcia, os zagueiros Carlos Zambrano, Carlos Izquierdoz e Marcos Rojo, o atacante Sebastián Villa, o preparador de goleiros Fernando Gayoso, o auxiliar Leandro Somoza e o dirigente Raul Cascin foram envolvidos nos atos de vandalismo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.