Esportes

Athletico-PR empata com o Jorge Wilstermann e garante classificação na Libertadores

Gazeta
Gazeta Esportiva

29 de setembro de 2020 - 23:30 - Atualizado em 29 de setembro de 2020 - 23:45

Pela 5ª rodada do Grupo C da Libertadores, Athletico-PR e Jorge Wilstermann, da Bolívia, empataram em 0 a 0 na Arena da Baixada. Apesar do empate, o Furacão garantiu a classificação para as oitavas de final do torneio continental.

A equipe comandada pelo técnico Eduardo Barros controlou a partida desde o início, mas não conseguiu furar a retranca adversária. O time boliviano se limitou a defender durante boa parte do confronto e raramente foi ao ataque.

O Athletico-PR é o líder do Grupo C da Libertadores, com 10 pontos conquistados. O Jorge Wilstermann é o segundo colocado, com sete pontos. Peñarol e Colo-Colo, os outros dois clubes do grupo, estão logo atrás, com seis.

O jogo

O Athletico-PR dominou o duelo desde o apito inicial. Enquanto o Jorge Wilstermann se limitava a defender, o Furacão apostava nos cruzamentos para furar o bloqueio boliviano, mas sem sucesso.

A primeira oportunidade do time paranaense foi criada aos 17 minutos. Abner chutou cruzado para dentro da área, Zenteno desviou e a bola tirou tinta da trave de Giménez.

Sete minutos depois, Erick quase abriu o placar. O volante aproveitou a sobra na área e chutou forte. A bola desviou na defesa do Jorge Wilstermann e passou rente à trave.

A grande chance do Furacão no primeiro tempo surgiu com Abner. O lateral-esquerdo recebeu um grande lançamento de Thiago Heleno dentro da área e finalizou, mas Giménez defendeu. No rebote, o camisa 16 tentou mais um arremate, mas o goleiro paraguaio fez outra intervenção.

Na segunda etapa, o Jorge Wilstermann ameaçou algumas chegadas ao ataque, mas o Athletico continuou controlando as ações da partida. Logo no primeiro minuto, Fabinho recebeu um lançamento dentro da área, mas furou a bola e desperdiçou uma grande oportunidade.

Aos 15 minutos, foi a vez de Cittadini assustar a equipe boliviana. O meia recebeu fora da área, chutou colocado no canto esquerdo e a bola passou perto do travessão. Cinco minutos depois, após outra bola alçada na área, Jorginho cabeceou e, na queda, acabou bloqueando o chute de Bissoli, que ficou com o rebote.

A primeira e única chance do Jorge Wilstermann ocorreu aos 31 minutos. Em um contra-ataque veloz comando por Patito Rodríguez, a bola sobrou para Melgar, que chutou da entrada da área. A bola foi forte, mas Santos salvou o Furacão e mandou por cima do gol.

O Athletico ainda poderia ter aberto o placar com uma cabeçada de Erik, aos 35 minutos, mas Ojeda, que substituiu Giménez, realizou uma grande defesa. O empate sem gols persistiu até o apito final, garantindo a classificação do Furacão.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO-PR 0 X 0 JORGE WILSTERMANN

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data: 29 de setembro de 2020, terça-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Patricio Loustau (ARG)

Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)

Cartões amarelos: Wellington e Geuvânio (Athletico-PR); Cristian Chávez, Arnaldo Giménez, Patito Rodríguez e Justiniano (Jorge Wilstermann)

ATHLETICO-PR: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Pedro Henrique (Lucas Halter) e Abner Vinícius; Erick, Wellington (Bissoli), Léo Cittadini (Geuvânio) e Christian; Pedrinho (Lucho González) e Fabinho.

Técnico: Eduardo Barros

J. WILSTERMANN: Arnaldo Giménez (Ojeda); Ismael Benegas, Edward Zenteno e Montero; Patito Rodríguez, Torrico, Leonel Justiniano, Cristian Chávez (Orfano) e Juan Pablo Aponte (Vaca); Serginho (Carlos Melgar) e Gilbert Álvarez (Arrascaita).

Técnico: Cristian Leonel Díaz

Confira outros resultados da Libertadores desta terça-feira:

Grêmio 2 x 0 Universidad Católica (CHI)

Peñarol (URU) 3 x 0 Colo-Colo (CHI)

Boca Juniors (ARG) 0 x 0 Libertad (PAR)

América de CALI (COL) 0 x 0 Internacional

LDU (EQU) 4 x 0 Binacional (PER)