Esportes

Athletico marca no apagar das luzes e empata com a Chapecoense por 1 a 1

Apesar de não fazer uma boa partida, Furacão foi premiado pelo esforço e conseguiu o empate aos 44 minutos do segundo tempo, com Christian. Matheus Ribeiro marca para o Verdão do Oeste, que luta, mas segue sem vencer na Arena Condá na competição

Guilherme
Guilherme Almeida
Athletico marca no apagar das luzes e empata com a Chapecoense por 1 a 1
Furacão foi buscar o empate no apagar das luzes (Foto: Reprodução/Athletico)

13 de outubro de 2021 - 21:05 - Atualizado em 13 de outubro de 2021 - 21:43

Na noite desta quarta-feira (13), Chapecoense e Athletico se enfrentaram, na Arena Condá, pela 26ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Apesar de não fazer uma boa partida e não criar muitas chances de perigo, o Furacão foi insistente, e acabou sendo premiado com o empate, já no final do jogo. Christian, aos 43 do segundo tempo, fez o gol que garantiu um importante ponto na tabela, e impediu o Verdão do Oeste de conseguir sua primeira vitória na Arena Condá na competição. Matheus Ribeiro havia aberto o placar para os mandantes, após fazer valer a lei do ex.

Com o resultado, a Chapecoense, virtualmente rebaixada, permanece na lanterna da competição, agora com 13 pontos. A distância para o Grêmio, penúltimo colocado e que tem duas partidas a menos, é de dez pontos. Já o Athletico, vai à 34 pontos, mas continua estacionado na oitava posição.

Na próxima rodada, a 27ª da competição, a Chapecoense novamente atuará em casa, na Arena Condá, desta vez contra o Fortaleza, no sábado (16), às 19h. Já o Athletico, também jogará em casa, mas no domingo (17), às 16h, contra o Fluminense, na Arena da Baixada.

CHAPECOENSE 1 X 1 ATHLETICO

A Chapecoense começou o jogo a todo vapor, e antes do primeiro minuto, já teve uma boa oportunidade. Mike cruzou para Lima, que cabeceou no chão. A bola foi no canto, mas Santos conseguiu fazer grande defesa. O Athletico respondeu aos sete, com Richard, após cobrança de escanteio, mas a cabeçada do volante saiu errada.

Após, a intensidade inicial, as equipes tiveram uma queda no ímpeto, e o jogo ficou arrastado. O Furacão só voltou a a assustar aos 24. Richard fez passe para Léo Cittadini, que bateu de fora da área. A bola fez curva e foi por cima da meta de Keiller.

Léo Cittadini e Richard eram os que mais tentavam pelo lado do Athletico, principalmente em chutes de longe, mas eles saíam sem direção. A Chapecoense, por sua vez, demorou para responder, mas quando o fez, obrigou Santos a operar outro milagre e evitar um gol certo.

Aos 37, Mike recebeu por trás da defesa e saiu cara a cara com o arqueiro Rubro-Negro, praticamente na marca do pênalti. Ele bateu rasteiro, mas o goleiro athleticano fechou o ângulo e conseguiu defender, garantindo o empate parcial na primeira etapa.

O Athletico começou o segundo tempo pressionando. Aos dois, David Terans arriscou e a bola explodiu na trave. No rebote, o meia tentou dar um voleio, mas Keiller fez grande defesa e salvou os catarinenses. A Chapecoense respondeu aos dez, em chute de Anderson Leite que passou raspando à trave.

Melhor em campo, o time da casa foi premiado com o gol. Aos 12, Matheus Ribeiro, ex-jogador do Furacão, fez grande jogada individual, tabelou com Anderson Leite e chutou de perna esquerda, sem chances para Santos, marcando um belo gol e fazendo valer a lei do ex na Arena Condá.

(Créditos: g.e/Goleada Info)

Após o gol, a partida ficou arrastada. A Chapecoense conseguiu controlar bem a vantagem. O Athletico, por sua vez, não conseguiu criar chances que pudessem ser convertidas em gols. O técnico Alberto Valentim tentou mudar o panorama, realizando várias substituições. E dos pés de dois atletas que entraram no decorrer do jogo, o Furacão conseguiu o empate.

No apagar das luzes, aos 43 minutos, na base da insistência, Khellven cruzou da direita, Christian apareceu nas costas da defesa e finalizou de primeira, sem chances para Keiller, para deixar tudo igual na Arena Condá, e garantir um importante ponto na tabela de classificação.

(Créditos: g.e/Goleada Indo)

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro – Série A
26ª rodada

Chapecoense: Keiller, Matheus Ribeiro, Ignacio, Joilson, Jordan e Busanello (Mancha 2ºT/22″); Moisés Ribeiro (Ronei 2ºT/51″), Lima e Anderson Leite; Mike (Kaio Nunes 2ºT/51″) e Rodriguinho (Perotti 2ºT/29″)
Técnico: Pintado
Gols: Matheus Ribeiro (2ºT/12″)
Cartões amarelos:
 Rodriguinho (1ºT/11″); Anderson Leite (1ºT/43″); Moisés Ribeiro (2ºT/00″); Busanello (2ºT/17″)

Athletico: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo (Pedro Rocha 2ºT/18″); Marcinho (Khellven 2ºT/00″), Richard (Christian 2ºT/24″), Léo Cittadini e Abner (Pedrinho 2ºT/29″); David Terans, Nikão e Renato Kayzer (Guilherme Bissoli 2ºT/24″)
Técnico: Alberto Valentim
Gols: Christian (2ºT/43″)
Cartões amarelos: Zé Ivaldo (1ºT/43″); Nikão (2ºT/00″); Richard (2ºT/00″); Thiago Heleno (2ºT/07″); Pedrinho (2ºT/43″)

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 13/10/2021
Horário:
 19h
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)