Esportes

Athletico faz grande segundo tempo, vence o Juventude por 3 a 0 e assume a vice-liderança da Série A

Jadson (2x) e Nikão marcam os gols da importante vitória do Athletico em Caxias do Sul, que leva o Furacão a vice-liderança da Série A; última vitória no Alfredo Jaconi havia sido em 2002

Guilherme
Guilherme Almeida
Athletico faz grande segundo tempo, vence o Juventude por 3 a 0 e assume a vice-liderança da Série A
Jadson comemora com Matheus Babi um dos gols da vitória do Athletico (Foto: Gustavo Oliveira/Athletico)

6 de junho de 2021 - 20:17 - Atualizado em 6 de junho de 2021 - 20:31

Na tarde deste domingo (06), Juventude e Athletico se enfrentaram, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela segunda rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Após um primeiro tempo arrastado, o Furacão foi dominante na segunda etapa, e venceu por 3 a 0. Jadson (2x) e Nikão, marcaram os gols do resultado maiúsculo conquistado na Serra Gaúcha.

Com o resultado, o Athletico dá um salto na tabela. Com duas vitórias em dois jogos, o Furacão é o vice-líder, com seis pontos, atrás do Fortaleza pelo saldo de gols (5×4). O Juventude, com apenas um ponto, cai para a décima quarta colocação.

Cai tabu de 19 anos

Além da vitória, o Furacão quebrou um tabu de 19 anos sem vencer no Alfredo Jaconi. O último triunfo havia sido em 2002, pela extinta Copa Sul-Minas. Na ocasião, Alex Mineiro e Kléberson, foram os autores dos gols da partida.

Próximos jogos

Na próxima rodada, ambas as equipes tem desafios fora de casa na competição. Pela terceira rodada, o Juventude vai até a Vila Belmiro, encarar o Santos, no sábado (12), às 19h.

Já o Athletico, novamente atuará no Rio Grande do Sul, mas desta vez contra o Grêmio, no domingo (13), às 16h, na Arena do Grêmio.

Antes, porém, o Furacão tem o compromisso pela Copa do Brasil. Na quarta-feira (09), às 19h, encara o Avaí, pela partida de volta da terceira fase. Para classificar, precisa vencer por qualquer placar. Empate leva a decisão para as penalidades máximas.

JUVENTUDE 0 X 3 ATHLETICO

O primeiro tempo foi muito fraco tecnicamente. Com muitas alterações em relação a equipes que vinha sendo titular, o Athletico teve dificuldades para criar chances, enquanto o Juventude, apesar de ter posse de bola, também não ameaçava.

A rigor, cada equipe teve apenas uma finalização ao gol. Pelo lado do Athletico, Carlos Eduardo, aos 16 minutos, tentou, mas mandou longe da meta de Marcelo Carné. Já o Juventude, teve sua chance aos 27. Matheus Peixoto recebeu cruzamento e desviou de peixinho. Mas a bola foi mal, e não assustou Santos. E foi só.

Porém, o que faltou de emoção na primeira etapa, sobrou nos primeiros quatro minutos. O Athletico voltou a mil por hora, a estrela de Jadson brilhou, e o Furacão definiu o placar.

Logo no primeiro minuto, o meia recebeu cruzamento de Marcinho e, como um elemento surpresa, cabeceou no ângulo de Marcelo Carné.

No lance seguinte, aos quatro, ele aproveitou boa jogada de Matheus Babi, e livre, mandou mais uma no ângulo do goleiro da equipe da casa.

O Juventude sentiu o baque, e demorou a reagir. Controlando o jogo, o Athletico ainda teve boas chances para ampliar, com Nikão e Nicolas, mas eles não foram felizes em suas tentativas. No entanto, ainda tinha tempo para mais.

Aos 43 minutos, Terans fez grande jogada e cruzou rasteiro. Renato Kayzer furou, mas a bola sobrou para Nikão, que não perdoou, e mandou no canto de Marcelo Carné, para definir o placar e os três pontos para o Athletico.

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro Série A
2ª Rodada


Juventude: Marcelo Carné; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Foster (Cleberson 2ºT/36″) e Alyson; João Paulo (Matheus Jesus 2ºT/23″), Guilherme Castilho e Wescley; Capixaba (Marcos Vinicios 2ºT/23″), Chico e Matheus Peixoto (Fernando Pacheco 2ºT/38″).
Técnico: Marquinhos Santos

Athletico: Santos, Marcinho, Thiago Heleno, Zé Ivaldo e Nicolas; Alvarado (Richard 2ºT/25″), Fernando Canesin (Nikão 2ºT/16″) e Léo Cittadini; Carlos Eduardo (Vitinho 2ºT/36″), Jadson (Terans 2ºT/36″) e Matheus Babi (Renato Kayzer 2ºT/36″).
Técnico: António Oliveira

Gols: Jadson (2ºT/01″ e 2ºT/04″); Nikão (2ºT/43″)
Cartões amarelos: António Oliveira (1ºT/27″); Alvarado (2ºT/10″); Matheus Babi (2ºT/32″)
Cartões vermelhos: Paulo Autuori (2ºT/42″)

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data: 06/06/2021
Horário:
 18h15
Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG)
Árbitro de vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.