Esportes

Athletico embarca para Viamão, no Rio Grande do Sul, para período de treinos

Sem poder treinar em Curitiba, devido as medidas restritivas, Furacão irá realizar atividades presenciais no estado vizinho até o dia 29

Guilherme
Guilherme Almeida
Athletico embarca para Viamão, no Rio Grande do Sul, para período de treinos
António Oliveira poderá iniciar os trabalhos com o grupo principal (Foto: José Tramontin/Athletico)

24 de março de 2021 - 09:58 - Atualizado em 24 de março de 2021 - 09:58

O Athletico colocou o pé na estrada. Nesta quarta-feira (23), o Furacão viajou para Viamão, no Rio Grande do Sul, para um período de treinamentos.

A viagem para o estado vizinho se dá pelas várias medidas restritivas que Curitiba tem enfrentado, para tentar conter o avanço da pandemia de Covid-19.

O elenco principal e o grupo de aspirantes do Athletico ficarão, a princípio, até segunda-feira (29) na cidade. O lockdown na capital paranaense vai até domingo (28).

Porém, caso as restrições impostas pelo decreto municipal sejam ampliadas, o Furacão poderá permanecer mais alguns dias no Rio Grande do Sul. As atividades serão feitas no Vila Ventura Ecoresort, CT que recebeu a Seleção Equatoriana durante a Copa do Mundo de 2014.

Segurança total

O Athletico reitera que os treinamentos em solo gaúcho seguirão todas as normas sanitárias no combate à pandemia de Covid-19. Todos os jogadores e os membros da comissão técnica realizaram os exames PCR no início da semana.

Enfim, treinamentos!

A viagem servirá para que os treinadores António Oliveira e Bruno Lazaroni possam trabalhar de forma presencial com os jogadores, tanto do elenco principal quanto do grupo de aspirantes.

O Athletico só realizou apenas um jogo na temporada. Na estreia do estadual, perdeu para o Cianorte, por 1 a 0. O Furacão aguarda a definição da Federação Paranaense de Futebol (FPF), em relação à sequência do estadual.

Já o elenco principal, que se prepara para as disputas da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana, com início programado para abril, deveria ter se apresentado no dia 15, mas as como Curitiba está desde o início de março em bandeira vermelha, o Furacão teve que mudar sua programação, e os treinos estavam sendo realizados de forma online.