Esportes

Atacante do CSA provoca torcida do Cruzeiro e clima esquenta após apito final

Polícia fez intervenção com spray de pimenta após início da confusão na Arena Independência, em Belo Horizonte

Gazeta
Gazeta Esportiva
Atacante do CSA provoca torcida do Cruzeiro e clima esquenta após apito final
Atletas da equipe alagoana comemoraram muito após vitória sobre o Cruzeiro. (Foto: Reprodução/Twittter)

27 de setembro de 2021 - 08:25

A partida entre Cruzeiro e CSA, pela Série B, terminou em confusão. Após o apito final na Arena Independência, jogadores das duas equipes se desentenderam e a polícia teve que intervir com spray de gás de pimenta.

Após a intervenção policial, os jogadores se dispersaram. Imagens da transmissão do Premiere mostraram jogadores do Cruzeiro revoltados com o modo que a polícia lidou com a confusão, reclamando do uso do gás de pimenta.

Durante o jogo, os ânimos se exaltaram. Logo após marcar o segundo gol do CSA, o atacante Iury provocou a torcida e disse “Fala, Zezé”, fazendo menção ao diálogo vazado entre o meia Thiago Neves e o dirigente Zezé Perrella em 2019, ano em que o Cruzeiro foi rebaixado.

Faltando cinco minutos para o final de partida, Rafael Sóbis foi expulso após reclamar com a arbitragem. Nas arquibancadas, a torcida cruzeirense fez vários cânticos protestando contra a diretoria do clube.

O Cruzeiro perdeu a partida por 2 a 1, de virada. Claudinho abriu o placar para a Raposa no primeiro tempo, mas Yuri e Iury viraram a partida para o Azulão na segunda etapa. Com 31 pontos, o Cruzeiro se distancia ainda mais do acesso à Série A.