Esportes

Ariel Holan é o 17º técnico estrangeiro da história do Santos

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de fevereiro de 2021 - 08:00 - Atualizado em 23 de fevereiro de 2021 - 08:15

O Santos oficializou nesta segunda-feira a contratação do técnico Ariel Holan, que assinou um contrato válido até dezembro de 2023. Aos 60 anos, ele se torna o 17º comandante estrangeiro a assumir o Peixe na história e o quarto argentino.

O primeiro nome da lista foi Harold Cross, da Irlanda, ainda na era amadora do time, em 1912. Já os mais recentes foram Jorge Sampaoli, em 2019, e Jesualdo Ferreira, no início de 2020. O primeiro fez sucesso na Vila Belmiro, levando o clube a vice-liderança do Brasileirão. Já o português não correspondeu com as expectativas e foi demitido depois de apenas 15 jogos.

Já o treinador estrangeiro que mais durou no comando técnico santista foi Abel Picabéa. O argentino realizou 71 partidas, com 38 vitórias, 15 empates e 18 derrotas. Na sequência, aparece Dario Letona, com 64 compromissos. Fechando o top 3 está Sampaoli, com 61 embates.

Confira a lista completa de todos os estrangeiros que já dirigiram o Santos:

Era amadora

1912 – Harold Cross (Irlanda)

1916/1919 – Juan Bertone (Uruguai)

1919 – Ramón Platero (Uruguai)

Era profissional:

1934 – Pedro Mazullo (Uruguai)

1934/1935 e 1950 – Caêtano di Domenica (Itália)

1937 – Franz Gaspar (Hungria)

1939/1940 – Isaac Goldenberg (Áustria)

1940/1941 – Dario Letona (Peru)

1944 – Ricardo Diez (Uruguai)

1946/1947 – Abel Picabéa (Argentina)

1948 – Diego Ayala (Paraguai)

1951 – Luiz Comitante (Uruguai)

1954 – Giuseppe Ottina (Itália)

1977/1978 – Ramos Delgado (Argentina)

2019 – Jorge Sampaoli (Argentina)

2020 – Jesualdo Ferreira (Portugal)

2021 – Ariel Holan (Argentina)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.