Esportes

Após um turno, Diniz volta a apostar em Arboleda e Bruno Alves na zaga do São Paulo

Gazeta
Gazeta Esportiva

5 de dezembro de 2020 - 08:00 - Atualizado em 5 de dezembro de 2020 - 22:15

Criticada em diversos momentos, a defesa do São Paulo passou por mudanças ao longo do Campeonato Brasileiro. O técnico Fernando Diniz experimentou diferentes duplas, envolvendo os atletas Arboleda, Bruno Alves, Diego Costa e Léo, que é lateral-esquerdo de origem, mas começou a ser aproveitado na zaga.

A primeira dupla titular do Tricolor na competição foi formada por Arboleda e Bruno Alves, que já haviam atuado juntos no ano de 2019. O desempenho de ambos, no entanto, não agradou a Diniz, que após um empate em casa com o Bahia, na quarta rodada, decidiu fazer alterações.

Quem ganhou espaço na zaga foram os jovens Diego Costa e Léo. O primeiro desafio da nova dupla foi contra o Sport na Ilha do Retiro, quando os paulistas venceram por 1 a 0.

Passadas nove rodadas, o sistema defensivo teve uma nova mudança. Bruno Alves ganhou a vaga de Léo e voltou a se firmar entre os titulares.

O jogo que marcou o retorno do camisa 3, contra o Atlético-GO, também contou com outras mudanças no time, como as entradas do volante Luan e do atacante Brenner. O São Paulo venceu a partida por 3 a 0.

Agora, mesmo com uma sequência de resultados positivos, Fernando Diniz volta a fazer alteração entre os zagueiros. No duelo com o Goiás, na última quinta-feira, Arboleda ganhou a vaga de Diego Costa, atuando novamente ao lado de Bruno Alves.

Após exatamente um turno, a primeira zaga de Fernando Diniz na temporada volta a ter força para assumir a titularidade. De acordo com o treinador, os dois jogadores evoluíram enquanto estiveram fora do time, mas a concorrência é forte ninguém tem vaga garantida.

“O Arboleda é um jogador e uma pessoa que sempre tive uma relação muito boa. Assim como o Bruno, saiu do time, voltou melhor do que saiu. Com a oportunidade de jogar do Diego e do Léo, os dois cresceram muito. Temos quatro jogadores para duas vagas. Não podemos falar que temos jogadores reservas nessa posição, quem entrar vai jogar bem. O trabalho coletivo e o entendimento de todos os jogadores faz com que a gente consiga a liderança. Temos que ter consciência de que precisamos continuar melhorando, isso é um processo, tem muita coisa para acontecer, grandes clubes disputando o título conosco e muita gente disputando algo no campeonato”, explicou.

Líder do Brasileirão, o São Paulo recebe o Sport no Morumbi neste domingo, às 16h (de Brasília). A partida é válida pela 24ª rodada do Brasileirão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.