Esportes

Após sofrer goleada, Fortaleza anuncia a demissão do treinador Zé Ricardo

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

27 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 27 de setembro de 2019 - 00:00

O Fortaleza anunciou nesta sexta-feira a demissão do técnico Zé Ricardo. Depois de uma vitória em sete jogos no comando do clube, o treinador deixou o cargo após ter sofrido na quinta-feira a goleada por 4 a 1 diante do Athletico-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube tomou a decisão ainda no Paraná, onde a delegação permanece nesta sexta.

Zé Ricardo chegou ao clube em agosto como substituto de Rogério Ceni. O ex-goleiro deixou o Fortaleza após cerca de um ano e meio de trabalho para aceitar a proposta de comandar o Cruzeiro. Curiosamente, Ceni deixou o comando do time mineiro nesta quinta-feira, depois de também ter uma passagem curta pelo cargo: foram somente oito partidas em dois meses.

O Fortaleza acumula quatro partidas seguidas sem vitória no Brasileirão, das quais as duas últimas foram marcadas por derrotas para Athletico-PR e Palmeiras. O time nordestino está na 15.ª colocação com 22 pontos, três acima do Cruzeiro, que abre a zona de rebaixamento da competição. O próximo compromisso será nesta segunda-feira, quando recebe o Botafogo, às 20 horas, na Arena Castelão, em Fortaleza.

A saída de Zé Ricardo é a terceira troca de técnico apenas nesta rodada do Brasileirão. A lista começou na tarde de quinta-feira com a saída de Cuca do São Paulo. Horas depois o clube confirmou a vinda de Fernando Diniz. Outro clube a ter mudado o comando foi o Cruzeiro. Rogério Ceni saiu e o time será comandado neste final de semana pelo interino Ricardo Resende, treinador do elenco sub-20 do clube.

CENI FORTE – O Fortaleza já tem um nome certo para substituir Zé Ricardo. Rogério Ceni já recebeu um contato da diretoria da equipe cearense e está por um “sim” para retornar ao clube.

A diretoria acredita que essa possa ser a possibilidade de retomar o projeto que tinha com o treinador, antes dele sair para assumir o desafio de dirigir o Cruzeiro. Rogério Ceni deixou as portas abertas no clube, tanto que levou a equipe mineira para treinar nas dependências de seu ex-clube antes do duelo contra o Ceará, na última quarta-feira.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.