Balanço Geral Curitiba

Após quatro anos, capital e interior voltam a se enfrentar na final do Paranaense

Guilherme
Guilherme Becker / Editor

13 de abril de 2019 - 00:00 - Atualizado em 13 de abril de 2019 - 00:00

Nos últimos três anos o clássico Athletiba protagonizou as finais do Campeonato Paranaense. Porém, nesta temporada, o estadual volta a ter um embate entre capital e interior na decisão. O Toledo, campeão da Taça Barcímio Sicupira, enfrentará o Athletico, que conquistou a Taça Dirceu Kruger. O primeiro duelo da finalíssima é neste domingo (14), às 16h, no Estádio 14 de dezembro.

Em 2015, Coritiba e Operário fizeram a última decisão entre capital e interior. Com duas vitórias, o Fantasma levou o título para Ponta Grossa.

LEIA TAMBÉM: Londrina enfrentará o Bahia pela Copa do Brasil

Toledo encara decisão inédita

Pela primeira vez na história o Toledo disputa uma final do Campeonato Paranaense. A vaga foi conquistada após o time vencer o primeiro turno do estadual, diante do Coritiba, em pleno Couto Pereira. Entretanto, depois do título, o rendimento do elenco do oeste do estado caiu.

A campanha do time no segundo turno foi a pior entre as 12 equipes participantes e, caso não tivesse sido campeão da Taça Barcimio Sicupira, seria rebaixado no estadual. Mas o elenco do Porco garante que a concentração total está para a decisão contra o rubro-negro.

O técnico Agenor Piccinin deve mandar a campo André Luiz; Everton, Eduardo Dallagnol, Fandinho (João Neto) e Jonathan; Matheus, Revson, Khevin e Júlio Pacato; Eduardinho (Alan) e Wainy.  

Aspirantes do Athletico querem o bicampeonato

Para a decisão do estadual, o Athletico viajou na tarde deste sábado (13) para Cascavel. O time ficará concentrado na cidade vizinha a Toledo, e no domingo (14) se desloca para o local do jogo.

No primeiro confronto da finalíssima, o técnico Rafael Guanaes não poderá contar com Léo Cittadini, que cumpre suspensão, além de Paulo André e João Pedro que não foram relacionados. Com isso, o provável Furacão deve ter Léo; Lucas Halter, Robson Bambu e Éder; Khellven, Erick, Christian e Vitinho; Marquinho, Jáderson e Bergson.

No próximo dia 21, às 16h, as equipes voltam a se enfrentar, desta vez na Arena da Baixada, para o duelo final.