Esportes

Após duas derrotas, Palmeiras tenta evitar repetição de série que findou passagem de Mano

No Allianz Parque, o time mandante tentará evitar a repetição de uma série que terminou com a saída de Mano Menezes, em 2019.

Gazeta
Gazeta Esportiva
Após duas derrotas, Palmeiras tenta evitar repetição de série que findou passagem de Mano
O jogador Raphael Veiga, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Luciano, do São Paulo FC, durante partida válida pela décima quinta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na arena Allianz Parque. (Foto: Cesar Greco)

12 de outubro de 2020 - 09:00 - Atualizado em 12 de outubro de 2020 - 11:52

Após derrotas diante de Botafogo e São Paulo, o Palmeiras entra em campo para enfrentar o Coritiba às 18 horas (de Brasília) desta quarta-feira, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. No Allianz Parque, o time mandante tentará evitar a repetição de uma série que terminou com a saída de Mano Menezes, em 2019.

O Palmeiras não perde três partidas consecutivas desde a edição do ano passado do Campeonato Brasileiro. O time então comandado por Mano Menezes acabou derrotado por Grêmio (2 x 1), Fluminense (1 x 0) e Flamengo (3 x 1). Antes, já havia empatado com Corinthians (1 x 1) e Bahia (1 x 1).

Após o revés diante do Flamengo, o presidente Maurício Galiotte decidiu dispensar o técnico Mano Menezes com apenas 20 partidas disputadas. A terceira derrota consecutiva também marcou a saída do diretor de futebol Alexandre Mattos, contratado em 2015.

Antes de perder as duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo passou 20 partidas consecutivas sem derrota (10 vitórias e 10 empates). No entanto, em muitos jogos da série invicta, o rendimento foi abaixo do esperado.

Contra o Coritiba, os convocados Weverton, Gustavo Gomez e Matias Viña devem seguir como desfalques, já que têm compromissos pelas Eliminatórias no dia anterior. Gabriel Menino, por sua vez, pode voltar descansado. Já Luan, que sentiu provável lesão contra o São Paulo, é outro ponto de preocupação.

As duas derrotas consecutivas aumentaram a pressão sobre Vanderlei Luxemburgo, que teve sua saída pedida pela Mancha Alviverde, principal torcida organizada do Palmeiras. O técnico já pediu reforços publicamente e, após o revés diante do São Paulo, disse estudar a possibilidade de retomar o “jogo feio” para conseguir resultados.