Esportes

Após derrota, zagueiro de 23 anos do Manchester United sofre racismo nas redes sociais e apaga sua conta no Twitter

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de janeiro de 2021 - 15:01 - Atualizado em 28 de janeiro de 2021 - 21:30

Na derrota desta quarta-feira para o lanterna Sheffield, pelo Campeonato Inglês, o zagueiro Tuanzebe, do Manchester United, sofreu ataques racistas em suas redes sociais e por isso deletou sua conta no Twitter.  O problema teria relação com o gol que definiu a partida em que a bola desviou no defensor antes de entrar. Martial também foi alvo de xingamentos.

Clube e companheiros de times se solidarizaram com os atletas, e repudiaram as ações dos que os atacaram. O clube de Manchester publicou uma nota sobre o ocorrido, na manhã desta quinta-feira.

“Todos no Manchester United estão enojados com os abusos raciais recebidos pelos jogadores nas redes sociais após o jogo da noite passada. Nós condenamos totalmente e é encorajador ver outros fãs condenarem isso nas redes sociais também.

O Manchester United tem tolerância zero com qualquer forma de racismo ou discriminação e um compromisso de longa data em fazer campanha contra isso por meio de nossa iniciativa All Red All Equal .

Identificar esses idiotas anônimos, sem mente, continua problemático. Instamos as plataformas de mídia social e as autoridades regulatórias a fortalecer as medidas para prevenir esse tipo de comportamento. ”

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.