Esportes

Após derrota para o Guarani, Criciúma confirma saída do técnico Waguinho Dias

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

26 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 26 de setembro de 2019 - 00:00

O Criciúma acertou na manhã desta quinta-feira a saída do técnico Waguinho Dias do comando do clube. O estopim foi a derrota para o Guarani, adversário direto na briga contra o rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro, por 1 a 0, em Campinas (SP), na última terça. Esta será a terceira mudança de treinador do time na temporada de 2019.

A equipe catarinense começou o ano com Doriva e contratou, em março, Gilson Kleina, hoje na Ponte Preta. Waguinho Dias chegou para substituí-lo e comandou o clube em apenas cinco jogos, com dois empates e três derrotas. Ele deixa o Criciúma na 19.ª e penúltima colocação com 23 pontos, contra 25 do Vitória, o primeiro fora da zona de rebaixamento.

Ainda na entrevista coletiva após a derrota para o Guarani, Waguinho Dias mostrou confiança em reverter o quadro do Criciúma, mas acabou tendo o trabalho interrompido. “Só tem uma maneira, eles entendendo. A equipe está mostrando que está no caminho, está faltando a vitória para reverter em resultados”, afirmou na ocasião.

Além do treinador, também deixam a equipe o auxiliar Fernando Gil e o diretor de futebol João Carlos Maringá. O dirigente havia afirmado que deixaria o clube ao final da temporada, mas a decisão foi dispensá-lo já em setembro. As decisões foram tomadas em reunião com o presidente Jaime Dal Farra, além do diretor financeiro da equipe.

Com isso, o Criciúma deve ter Wilsão como técnico interino contra o Botafogo-SP, neste sábado, às 11 horas, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), pela 25.ª rodada da Série B.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.