Futebol

Após bombardeios na Ucrânia, brasileiros que atuam no país pedem ajuda para sair de Kiev

Jogadores brasileiros estão em um hotel da cidade

Gazeta
Gazeta Esportiva
Após bombardeios na Ucrânia, brasileiros que atuam no país pedem ajuda para sair de Kiev
(Foto: State Emergency Service of Ukraine/via REUTERS)

24 de fevereiro de 2022 - 09:07 - Atualizado em 24 de fevereiro de 2022 - 12:30

Após bombardeios na Ucrânia, os jogadores brasileiros que atuam no Shakhtar Donetsk e no Dynamo de Kiev publicaram um vídeo pedindo ajuda ao governo do Brasil para sair de Kiev, capital ucraniana. Os atletas encontram-se, atualmente, em um hotel na cidade, junto com suas famílias.

“Estamos todos reunidos aqui, jogadores do Dynamo e do Shakhtar, com nossas famílias em um hotel. A gente pede para que vocês compartilhem esse vídeo. Devido a falta de combustível na cidade, fronteira fechada e espaço aéreo fechado, nós não temos como sair. A gente pede o apoio do governo do Brasil, que possa nos ajudar”, disse Marlon, zagueiro do Shakhtar.

Ver essa foto no Instagram

Palmeiras, Fernando, do ex-são paulino David Neres, que se transferiu para o Shakhtar no início deste ano, deixando o Ajax, da Holanda, além de Pedrinho, meia ex-Corinthians.