Futebol

Apesar de reduzir gastos, Cruzeiro apresenta déficit no 1º semestre de R$ 12 milhões

Gazeta
Gazeta Esportiva

19 de outubro de 2021 - 14:00 - Atualizado em 19 de outubro de 2021 - 14:30

O Cruzeiro divulgou, nesta terça-feira, o balanço financeiro do clube no primeiro semestre deste ano. Os números apresentaram uma melhora em relação ao mesmo período de 2020, mas, mesmo assim, a Raposa teve um déficit de aproximadamente R$ 12,5 milhões – no ano passado, registrou um resultado negativo de R$ 53 milhões.

“Todos sabemos do tamanho do desafio com o qual estamos lidando, mas temos trabalhado forte e de forma integrada para reduzir os custos do Clube com muita inteligência e, ao mesmo tempo, captar novas receitas para que a saúde financeira do Cruzeiro melhore cada vez mais. É um processo complexo, que demanda tempo, mas temos plena confiança de que, gradativamente, conseguiremos dar passos importantes nessa caminhada”, disse Paulo Assis, CEO do clube.

No futebol profissional, o clube teve R$ 49 milhões em despesas, resultando em uma queda de 9% se comparado com o período anterior. Já os gastos com pessoal foi de R$ 3 milhões – redução de 28% em relação ao primeiro semestre de 2020.

O Cruzeiro apresentou bons resultados com a negociação de atletas. A equipe arrecadou R$ 19 milhões (47% a mais se comparado com o período anterior) e gastou R$ 3,7 milhões com empréstimos e contratações – 27% a menos que em 2020.

Além disso, também arrecadou R$ 17 milhões em receitas, número 21% maior que no ano passado.

Em contrapartida, a Raposa apresentou um aumento de 500% nos gastos com as categorias de base. Foi gasto R$ 4,5 milhões com despesas de pessoal e R$ 1,3 milhão em Saúde neste primeiro semestre.

“O trabalho tem sido contínuo e alcançamos resultados importantes no primeiro semestre deste ano. Nossa missão tem sido não apenas reduzir os custos, mas também otimizar a operação de uma forma bastante austera e responsável. É um exercício diário que requer bastante paciência, mas ao mesmo tempo uma grande dedicação. Seguimos trabalhando forte para fazer com que o Cruzeiro retome seu caminho”, afirmou Sérgio Santos Rodrigues, presidente do Cruzeiro.