Esportes

Antes criticada, defesa do São Paulo vira trunfo para mata-mata da Copa do Brasil

Gazeta
Gazeta Esportiva

13 de outubro de 2020 - 07:30 - Atualizado em 13 de outubro de 2020 - 07:45

O jogo virou rapidamente no São Paulo. Se há uma semana a pressão era gigante sobre Fernando Diniz e os jogadores, agora o time chega confiante para a estreia na Copa do Brasil. Com duas vitórias no Campeonato Brasileiro, o Tricolor mostrou evolução em campo, principalmente na defesa, que pode ser um trunfo no mata-mata que vem pela frente.

Antes dos triunfos sobre Atlético-GO e Palmeiras pelo Brasileirão, o São Paulo vinha de uma sequência de dez jogos sofrendo gols. A fragilidade defensiva impedia que a equipe conseguisse melhores resultados, o que ficou refletido na seca de sete partidas sem vencer.

Precisando reverter esse quadro negativo, Diniz promoveu duas trocas que impactaram o sistema defensivo do Tricolor. Leo, que vinha sendo utilizado para qualificar a saída de bola do time, voltou para o banco de reservas e deu lugar a Bruno Alves. Além disso, Luan foi escalado como o primeiro volante da equipe, trazendo segurança para um setor que vinha sendo dominado pelos adversários.

Coincidência ou não, o São Paulo não sofreu gols nas duas últimas partidas. Além disso, com Bruno Alves e Luan em campo, o time ficou menos exposto. Se contra o Atlético-GO Tiago Volpi ainda teve que fazer ao menos três boas defesas, contra o Palmeiras o goleiro só foi exigido em cobrança de falta de Gustavo Scarpa.

Sem ser vazado nos últimos jogos, o São Paulo saltou para a terceira posição no ranking de melhor defesa do Brasileirão, com 13 gols sofridos em 14 jogos. O bom momento vivido pela retaguarda do time vem em boa hora, já que a equipe terá pela frente o mata-mata da Copa do Brasil e sabe que tem pouca margem para erros, podendo custar mais uma eliminação precoce na temporada. Vale lembrar que o regulamento da competição não conta com o gol qualificado fora de casa.

O primeiro jogo entre São Paulo e Fortaleza será disputado nesta quarta-feira, às 19h15, no Castelão. A partida de volta das oitavas de final será no dia 25 (domingo), às 10h30, no Morumbi.