Bastidores

Alvo do Corinthians, Vagner Mancini diz que vai se reunir com presidente do Atlético-GO

Gazeta
Gazeta Esportiva

11 de outubro de 2020 - 21:36 - Atualizado em 11 de outubro de 2020 - 21:45

Vagner Mancini estava à beira do campo, comandando o Atlético-GO contra o Red Bull Bragantino quando a notícia do interesse do Corinthians em sua contratação vazou.

Após o Dragão vencer o time paulista, o técnico falou em entrevista coletiva e explicou que deve se reunir com o presidente de seu atual clube nesta segunda-feira.

“Peço que vocês (jornalistas) entendam. Eu não falei com ninguém da parte externa. Quando eu souber de alguma coisa eu falarei com vocês”.

“Não adianta insistir. Estava meia hora atrás dentro do campo. Não estou escondendo nada de ninguém. Vou conversar com o Adson (Batista, presidente do Atlético-GO) lá no CT. É a maneira que temos de agir, de forma reta, transparente. Não posso falar de algo que não estou sabendo”.

O mandatário do clube goiano admitiu que o contrato de Mancini não tem multa rescisória e também se mostrou ciente do assedio corintiano ao treinador.

“Ele tem de fazer a escolha que for melhor pra ele. O Mancini não está em momento de se aventurar. O Corinthians é um dos maiores clubes do mundo, não é uma aventura, mas ele sabe que o momento dele, para carreira, no Atlético pode dar mais resultado”.

À Gazeta Esportiva, um dirigente do Timão avisou que a decisão deve mesmo sair nesta segunda-feira.