Esportes

Alison admite dor, mas “tira o chapéu” para o elenco do Santos

Gazeta
Gazeta Esportiva

30 de janeiro de 2021 - 19:23 - Atualizado em 30 de janeiro de 2021 - 23:30

O Santos não conseguiu o quarto título da Copa Libertadores da América. Na tarde deste sábado, o Peixe sucumbiu diante do Palmeiras no Maracanã. Mesmo assim, Alison, o capitão alvinegro, não poupou elogios aos seus companheiros.

“Ninguém acreditou que a gente chegaria até aqui. Tem que tirar o chapéu. Fomos guerreiros pra caramba, uma responsabilidade absurda, uma final de campeonato. É dolorido, mas a gente precisa seguir”, comentou o camisa 5 ao SBT.

“A gente sabia que ia ser difícil, equilibrado e quem errasse menos ia acabar vencendo. Acabamos tomando um gol no final, ficou difícil, não tinha mais tempo. Lutamos até o fim e tem de tirar o chapéu pra essa rapaziada”, concluiu.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.