Esportes

Alemanha vence a Copa do Mundo no Brasil e se torna tetracampeã

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

13 de julho de 2014 - 00:00 - Atualizado em 13 de julho de 2014 - 00:00

Equilibrada e emocionante, a terceira final de Copa do Mundo entre Alemanha e Argentina, disputada no templo do futebol, o estádio do Maracanã,  terminou em 1 a 0 para a Alemanha, que recebeu a taça de campeã da Copa do Mundo de 2014, no Rio de Janeiro.

No primeiro tempo, as duas equipes desperdiçaram chances claras de gol. Inicialmente, os hermanos, jogando no contra-ataque, conseguiram as melhores oportunidades. Já os alemães, com maior posse de bola, conseguiram se organizar a partir dos 25 minutos e começaram a ameaçar os sul-americanos na parte final.

Preocupadas com o resultado, as duas equipes voltaram mais cautelosas para a segunda etapa. Mesmo com mais posse de bola, a Alemanha não conseguiu marcar. O mesmo aconteceu com a Argentina. A partida seguiu para a prorrogação, diferentemente das duas decisões de Copa do Mundo entre Argentina e Alemanha, em 1986 e 1990.

Na prorrogação, os dois times, apesar de cansados, não se deixaram abater e entraram em campo com vontade de alcançar a vitória. Aos 8 minutos, para desespero dos torcedores argentinos, Mario Götze (que entrou no segundo tempo, no lugar do atacante Klose) matou de peito, marcou para a Alemanha e decidiu a partida. Foi a segunda vitória dos europeus sobre os sul-americanos. A taça do Mundial, entregue pela presidente Dilma Rousseff, vai para as mãos do capitão Philip Lahm.

Com o resultado, a Alemanha encosta no Brasil em número de títulos. Assim como a Itália, se torna quatro vezes campeã. Organização, disciplina, técnica e carisma marcaram a campanha dos europeus, que nas semifinais golearam o Brasil por 7 a 1, no Estádio do Mineirão. Os alemães terminam o Mundial invictos e com o melhor ataque da competição. O time de Joachim Löw levará para Berlim uma réplica banhada a ouro do troféu.

Veja matéria do Paraná no Ar: