Esportes

Ágatha Bednarczuk, do vôlei de praia, fala sobre desafios e expectativas para os Jogos Olímpicos

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de junho de 2021 - 11:13 - Atualizado em 28 de junho de 2021 - 11:15

Ágatha Bednarczuk, medalha de prata no vôlei de praia nas olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, vive um grande momento em sua carreira a pouco menos de um mês para o início dos Jogos de Tóquio. Ao lado de sua parceira Duda Lisboa, Ágatha é a atual campeã brasileira de vôlei de praia e só nos últimos seis meses conquistou sete medalhas, sendo quatro internacionais.

Em entrevista divulgada pelo Time Nissan, a jogadora falou sobre as expectativas para os Jogos Olímpicos.

“Meu desejo é conseguir colocar em prática tudo que eu venho trabalhando nesse momento, tanto nos treinos como nas competições. Quero sair de lá com a sensação de que eu consegui dar o meu máximo. Se vai vir uma medalha, vai ser consequência do que eu conseguir fazer lá. Para mim isso é o mais importante”, afirmou.

“Também acho que vai ser uma experiência muito diferente da que vivi no Rio de Janeiro em 2016. Na época, havia público muito próximo da gente. A arena era praticamente brasileira e a torcida nos motivava muito. Acredito que vai ser uma competição com muitos protocolos e muito focada no esporte, sem distrações”, completou Ágatha.

A atleta também falou sobre os desafios que a disputa dos Jogos Olímpicos oferece.

“O momento é de concentração, de foco e estudo das adversárias. Estamos concentradas em Saquarema, no Rio de Janeiro, com nossa equipe multidisciplinar. Temos sede de medalha e estamos nos preparando para isso. Porém, os times adversários também estão bem preparados e não será fácil”, ressaltou.

“Jogar uma olimpíada exige que você se dedique de corpo e alma. Nesse momento, todo o meu foco, toda a minha energia está concentrada para o grande evento no Japão. Pessoalmente, venho buscando curtir todo o processo de preparação desde o início. Apesar de muito tensa, eu curti viver a corrida olímpica no Brasil e desde que a gente conquistou a vaga eu venho buscado aproveitar cada momento ao lado da Duda e de toda a equipe. Em cada etapa deste processo, eu estou buscando me divertir também. Eu acho que isso faz toda a diferença”, destacou Ágatha Bednarczuk.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio serão disputados de 23 de julho a 8 agosto. As atletas estão concentradas em Saquarema-RJ, antes da viagem para o Japão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.