Esportes

Adversário do Santos, Boca Juniors perdeu apenas um dos últimos nove jogos fora de casa

Gazeta
Gazeta Esportiva

12 de janeiro de 2021 - 08:00 - Atualizado em 12 de janeiro de 2021 - 23:00

Nesta quarta-feira, Santos e Boca Juniors decidem quem avança à final da Libertadores. A bola rola no gramado da Vila Belmiro a partir das 19h15 (de Brasília). No confronto de ida, houve um empate de 0 a 0 na Bombonera, em Buenos Aires.

E apesar de estar atuando longe de seus domínios, os argentinos chegam confiantes para esta partida, principalmente pelo bom retrospecto da equipe atuando fora de casa.

Desde que o futebol retornou na Argentina após a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, o time do técnico Miguel Ángel Russo disputou nove jogos fora do seu estádio, com seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota, resultando assim em um aproveitamento de 74% dos pontos disputados.

Além disso, outro fator que chama à atenção nestes compromissos é o forte sistema defensivo montado pelo comandante xeneize. O clube foi vazado em apenas quatro destas partidas. Ao todo, foram cinco tentos sofridos.

Do outro lado do campo, o ataque também é destaque, com 12 bolas nas redes. O time passou em branco em somente duas partidas, sendo uma delas justamente na única derrota neste período, que foi diante do Racing, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores.

Destes nove jogos, inclusive, ainda há mais dois válidos pelo torneio continental, como será o desta quarta-feira. Na fase de grupos, o Boca bateu o Libertad por 2 a 0 no Paraguai e, nas oitavas de final, o derrotou o Internacional por 1 a 0, com tento do veterano Carlos Tévez.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.