Corinthians

Adson participou de 5 gols do Corinthians em 5 jogos como titular, e está prestes a voltar

Gazeta
Gazeta Esportiva

17 de setembro de 2021 - 07:00 - Atualizado em 17 de setembro de 2021 - 07:15

Adson vai desfalcar o Corinthians pelo quarto jogo seguido. No próximo domingo, contra o América, mais uma vez o jovem meia-atacante não estará à disposição do técnico Sylvinho.

Nas últimas semanas, a revelação corintiana ficou de fora das partidas contra Grêmio, Juventude e Atlético-GO devido a um trauma na perna esquerda que refletiu em um problema no joelho do atleta.

Apesar de ter conquistado a titularidade há pouco tempo, a ausência de Adson tem sido muito lamentada internamente.

Antes de ser acertado pela sola da chuteira de Thiago Heleno, em 22 de agosto, no embate com o Athletico-PR, em Curitiba, Adson vivia grande fase.

Foram cinco oportunidades seguidas de sair jogando e participação direta em cinco dos sete gols marcados pelo Timão nesse período.

A série teve como adversários Cuiabá, Flamengo, Santos, Ceará e Athletico-PR.

Na vitória sobre o Cuiabá por 2 a 1, Adson deu uma assistência para Roni e marcou um gol.

Contra o Ceará, a promessa alvinegra foi às redes duas vezes logo no primeiro tempo no triunfo por 3 a 1.

Antes de se lesionar, na Arena da Baixada, Adson foi responsável pelo “penúltimo passe”. Foi ele quem viu Fábio Santos livre na esquerda e serviu o lateral, que colocou a bola na cabeça de Roni, autor do gol daquela vitória por 1 a 0.

Desde então, Sylvinho já utilizou quatro jogadores diferentes na ponta esquerda. O primeiro a receber chance foi Luan, contra o Grêmio. Frente ao Juventude, Róger Guedes ocupou àquele setor. Contra o Atlético-GO, Gabriel Pereira começou pela esquerda, e depois inverteu com Gustavo Mosquito.

Entre todas as alternativas, Róger Guedes é o favorito para se tornar o ‘dono da posição’, mas o camisa 123 também atua na referência, como aconteceu tantas vezes na China, pelo Shandong Luneng Taishan, e em Goiânia, já pelo Corinthians, por causa da ausência de Jô.

Adson, por ser jovem e estar voltando de lesão, pode ser reintegrado ao grupo como uma opção no banco de reservas, a princípio. Porém, é avaliada pela comissão técnica a possibilidade do camisa 28 retomar seu espaço e formar trio com Willian e Róger Guedes na frente.

A resposta virá nos treinos e pela maneira como se dará o entrosamento entre os atletas.

Se conseguir voltar a trabalhar com bola, junto ao elenco, sem restrição, a partir da semana quem vem, Adson deve ser convocado para o Derby com o Palmeiras, agendado para acontecer dia 25, na Neo Química Arena.