Cruzeiro

Adilson Batista pede paciência no Cruzeiro após derrota no Mineiro

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Adilson Batista pede paciência no Cruzeiro após derrota no Mineiro

21 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 21 de fevereiro de 2020 - 00:00

Foto: Divulgação/Ricardo Danilo/Light Press/Cruzeiro

As dificuldades já eram mais do que previstas no Cruzeiro em 2020. O rebaixamento no Campeonato Brasileiro trouxe marcas importantes em um clube que vive uma crise tanto dentro como fora de campo. Após a derrota desta quinta-feira para o Tombense, o técnico Adilson Batista voltou a pedir um sentimento de compreensão com a nova equipe que está sendo formada.

O comandante vê bons valores no Cruzeiro, mas sabe que os jovens vão oscilar.  “Vejo dedicação, estou vendo posse, construção, triangulação, faltam umas coisas que o tempo vai dar. O tempo que vai dar isso. Uma tomada de decisão com 20 anos é diferente do que um jogador mais experiente”, comentou.

No Estadual, o Cruzeiro chegou a sentir o sabor da liderança na classificação, mas terminou a quinta-feira apenas na quinta colocação, com 11 pontos. A Raposa está atrás dos líderes Tombense e América (14 pontos), além da Caldense e do rival Atlético-MG.

“Precisamos de calma, mas eu tenho que agradecer o empenho, a dedicação, a vontade, a luta. Todos estão correndo atrás, tentando buscar, está dentro do contexto e faz parte do processo”, completou Adilson.

Por fim, o treinador voltou a ressaltar as dificuldades do Cruzeiro para recompor toda a estrutura do clube.  “Vejo o Conselho Gestor também tentando fazendo o melhor. Nós precisamos entender que deixaram o Cruzeiro com um rombo muito grande e estamos pagando o preço”, declarou.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.