Esportes

Abel Ferreira cita Maradona como inspiração e lembra vídeo de aquecimento pelo Napoli

Gazeta
Gazeta Esportiva

25 de novembro de 2020 - 23:42 - Atualizado em 25 de novembro de 2020 - 23:45

Antes de iniciar a entrevista após a vitória sobre o Delfin, o técnico Abel Ferreira usou a palavra para lamentar a morte de Diego Armando Maradona, ocorrida nesta quarta-feira. Do Equador, o treinador português citou o célebre vídeo em que o gênio argentino, então jogador do Napoli, mostra seu perfeito entendimento com a bola.

Aos 60 anos de idade, Maradona morreu por parada cardiorrespiratória. Em recuperação após passar por cirurgia no cérebro, o ex-jogador sofreu um mal súbito no final da manhã em uma casa na zona metropolitana de Buenos Aires, capital argentina.

“Gostaria que minhas primeiras palavras fossem dirigidas à família do Maradona. Eu, do outro lado do Atlântico, me habituei a admirar o Pelé e o Maradona. Não podia começar essa entrevista sem lamentar a perda de uma lenda do futebol”, disse Abel, ex-lateral direito.

“Enquanto jogador de futebol, habituei-me a ver os tops. O Maradona dava em todo tipo de coisa redonda: bola de tênis, bola de futebol, de meia”, acrescentou o atual treinador do Palmeiras, de 42 anos, já que o argentino costumava demonstrar sua habilidade com diferentes objetos.

Abel Ferreira ainda lembrou o vídeo em que Maradona, durante um aquecimento pelo Napoli, mostra sua vasta habilidade. Com as chuteiras desamarradas, ao som da canção “Live is Life”, o craque descontraidamente controla a bola de vários jeitos diferentes.

“Vejo muito e me inspira o vídeo onde ele está no meio do campo a dar toques e a desfrutar da música ‘Live is Life’, uma das que mais gosto. O que faz com a bola é espetacular. Não podia começar sem lamentar a perda dessa grande lenda, uma inspiração para todos que gostam do futebol, sobretudo pelo que fez dentro das quatro linhas”, disse Abel.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.