Entretenimento

Xuxa disse que se sente desesperada pelas vítimas do coronavírus

Xuxa bateu um papo com o jornal Extra e fez um grande apanhado, falando até mesmo das vítimas do coronavírus.

Lucas
Lucas Sarzi
Xuxa disse que se sente desesperada pelas vítimas do coronavírus
Foto: Reprodução/Instagram.

16 de agosto de 2020 - 10:29 - Atualizado em 16 de agosto de 2020 - 11:36

Mesmo em isolamento por causa do coronavírus, Xuxa não tem parado muito não. Em casa, a Rainha dos Baixinhos tem trabalhado ativamente em vários projetos e neste final de semana comentou sobre os “monstros” do passado. Xuxa disse que muitas pessoas a enganaram.

Xuxa revelou ao jornal Extra que é, sim, uma pessoa muito direta em tudo que diz, por isso acaba até mesmo sendo interpretada em alguns casos como grossa. Ela também disse que consegue dar risada de 99% dos memes que fazem a seu respeito.

A apresentadora também comentou sobre política e disse não ter um lado apenas. “Não sou de esquerda, direita, ou centrão. Sou uma brasileira que tem medo das pessoas armadas e loucas que estão por aí”.

Sobre seus novos projetos, como o livro de memórias, os livros infantis e até as conversas sobre um filme que conta sua história, Xuxa disse que tudo isso tem movimentado sua rotina. A apresentadora também negocia até mesmo uma série documental sobre a última turnê como cantora.

xuxa-livro-memorias
Foto: Divulgação.

Seu livro de memórias fez com que a apresentadora revisitasse o passado. Xuxa disse não querer focar muito nas coisas ruins, mas que isso é inevitável. 

“Quando olho para o passado, vejo coisas incríveis e algumas truncadas: pessoas que me enganaram, usaram, roubaram e, às vezes, mexer nisso dói. Foram muitas. Me cobro por ter acreditado muito nos outros. E parece que não aprendo. Vivo deixando, criando monstrinhos que querem falar por mim, viver minha vida ou mesmo achar que são as pessoas mais importantes no meu trabalho”, disse ela.

Xuxa contou que seu livro para o público infantil realmente vai vir com temática LGBT, mas de um jeito leve. “Vou falar de uma criança que quer tanto ser amada que Deus lhe dá duas mães. Acredito que a única linguagem que Deus entende é a do amor e, se as pessoas me criticarem por isso, é porque o Deus delas não é amor”. 

xuxa-meneghel-1
Foto: Reprodução/Instagram.

Xuxa disse sentir desespero pelas vítimas do coronavírus

Quando o assunto foi a quarentena e todos os efeitos provocados pelo coronavírus, Xuxa foi bem enfática: sente desespero pelas vítimas. “Sinto um desespero pelas vidas que estão se perdendo, pelos seus familiares, pelas pessoas que parecem não acreditar nisso tudo. Medo do nosso país, da loucura das pessoas, de ver o jornal”. 

Segundo a apresentadora, “estamos vivendo uma guerra política, em uma das nossas maiores crises”. “Não precisávamos de homofóbicos, racistas, machistas nas ruas. Nem ver tanta roubalheira. Não precisávamos passar por tudo isso assim”. 

Xuxa também comentou que acredita que muita gente não vai aprender nada com tudo que estamos vivendo. “Acho que muitas pessoas não vão aprender nada, não só na quarentena, mas na vida toda. Essas acham que já sabem de tudo. Têm outras que estão aprendendo a lidar com a perda, a dor, e isso é muito forte. Há aqueles que estão aprendendo a valorizar as pequenas coisas, o trabalho de quem nunca valorizou, mas sempre esteve ali”. 

Ela comentou que passou a valorizar mais as pessoas que estão perto dela e que sentiu uma necessidade: se mudar para uma casa menor. “Não preciso viver num lugar tão grande, que dá tanto trabalho. Quero mudar logo. Vi como é importante poder andar na rua, dar um beijo, um abraço. Puxa, que saudade de receber o carinho das pessoas que chegavam perto de mim para tirar uma foto”. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.