Gislene Bastos
Gisa pelo mundo

Por Gislene Bastos

Viagens
Gislene Bastos

Promessa de mais segurança no caminho para Foz do Iguaçu

Quem viaja de carro prefere estradas seguras, com asfalto e acostamento em dia e bem iluminadas. A viagem até Foz do Iguaçu promete ganhar pontos extras, neste sentido.

Promessa de mais segurança no caminho para Foz do Iguaçu

14 de julho de 2020 - 17:13 - Atualizado em 14 de julho de 2020 - 17:50

Quando alguém fala que uma estrada é segura, naturalmente já associamos com poucos acidentes – ou pelo menos de tipo leve. Reduzir o número e a gravidade das ocorrências nos trechos urbanos da BR-277, no Oeste do Paraná, é o propósito de ação anunciada hoje pela Itaipu Binacional. A estrada é o caminho para quem viaja de carro para conhecer as Cataratas do Iguaçu e a própria usina, em Foz do Iguaçu. Mas o risco de acidentes faz sombra para a fama do roteiro. Agora, com base em conceitos de  “rodovias inteligentes”, a BR-277 vai ganhar um novo sistema de iluminação viária nos trechos urbanos de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu e São Miguel do Iguaçu. Serão 20 km ao todo e custo estimado em  R$ 20 milhões, resultado de parceria entre Itaipu e Polícia Rodoviária Federal. Aumentar a segurança na estrada é uma antiga reivindicação da população local, cansada acompanhar graves acidentes e a perda de vidas. 

Soluções inteligentes

A nova rede de iluminação pública será instalada no canteiro central da rodovia e contará com luminárias de alta eficiência, led de 236 W, que tem luz mais intensa e de longo alcance. A solução terá ainda 544 postes metálicos duplos do tipo colapsível, que cedem ao impacto de uma batida tombando para frente, sem o risco de cair sobre o veículo no caso de uma colisão.  O projeto foi desenvolvido pelos profissionais da Divisão de Serviços da Itaipu. A próxima fase é aprovar o projeto de medição de energia consumida com a Copel. Depois, uma licitação deverá ser aberta para contratar a empreiteira responsável. Por último, a informação mais difícil: não há prazo para o início da obra. 

Fotos: Rubens Fraulini / Itaipu Binacional
Fotos: Rubens Fraulini / Itaipu Binacional